terça-feira, 22 de janeiro de 2019

O Trabalho de Designer de Inteiores em Orlando

              Decorar uma casa não é tarefa fácil. Quando eu ainda vivia no Brasil tentei sozinho escolher umas cores, comprar mobília jogar aqui e alí e na maioria das vezes deu errado. O que eu não sabia na época é que o me faltava era conhecimento teórico. É claro que o olhar, bom gosto, tudo acrescenta, mas só isso não é suficiente para ter sucesso no design e decoração de uma casa. Não é à toa que se estuda cores na faculdade de arquitetura de interiores (ou designer de interiores) por 6 meses! Imagine o que se aprende na faculdade então em um bacharel de 4 anos como o que eu fiz.? Mas isso também não é garantia de sucesso infelizmente e eu digo o por quê. 

              Mesmo na faculdade, em uma turma de 40 alunos, talvez 10 pessoas tinham bons projetos para apresentar no final de cada semestre. A maioria dos alunos aspirava ser um designer acima da média, com um senso de estilo acima do normal ou fora do comum. A maioria queria ser diferente, único, exótico, etc. Mas na verdade a maioria era bem abaixo da média e os projetos eram horríveis. Uma das alunas eu me lembro bem, apresentou como projeto final para quartos de um hotel na Flórida Keys, uma decoração totalmente preta e vermelha. Essa nem a professora perdoou. 

                O que um designer pode fazer por uma família é algo extraordinário. O prazer de viver em uma casa segura, funcional e aconchegante traz uma melhora na qualidade de vida que poucos se dão conta. E pegar uma casa pelada e transformar em um lar é algo que exige estudo, conhecimento, planejamento, uma dose de bom gosto, empatia para entender o que o cliente quer e por último experiência. Eu sequer gosto dos primeiro projetos que eu fiz. 

                Este final de ano, trabalhamos muito em 3 grandes projetos. Trabalhamos muito mesmo, quer ter uma ideia de quanto? Do dia 17 de Novembro de 2018 ao dia 31 de Dezembro não tivemos sequer 1 dia de folga. Trabalhamos de domingo à domingo, na véspera e no dia do Natal inclusive. Tudo porque tínhamos um prazo apertadíssimo e 3 casas grandes para fazer do zero até a entrega das chaves, onde os proprietários viriam somente com as suas malas. Os 3 imóveis teriam que conter tudo para as famílias ficarem por mês de férias nos EUA. No dia 31 fomos convidados para uma festa de Ano Novo e não fomos porque estávamos exaustos.

              E este último imóvel que terminamos no dia 31 de Dezembro é o de número 50 na minha carreira de Designer de interiores até o momento. Sim, 50 residências desde 2014 quando abri a empresa. Nem eu acredito que fizemos tantas casas para tantos clientes!

              Há empresas em Orlando que oferecem o sistema "pacote fechado" ou "turn key solution" para casa de férias. Nesse sistema, o cliente escolhe os móveis e todos os artigos de decoração, paga um preço fechado e a loja monta a casa inteira. É uma boa solução em primeiro lugar porque sai mais barato do que, por exemplo, me contratar. Se o cliente tem várias casas (e isso é muito comum) e não está interessado em uma decoração única, voltada para a família, ou tem um orçamento pequeno, é uma boa opção. Do contrário, a maioria dos meus clientes me procuram pois não gostaram de nenhum dos pacotes apresentados por essas empresas. Não se importam de gastar mais para ter a tão sonhada casa de férias do jeito deles e também com um nível de sofisticação maior. Por se tratar de uma máquina de decoração muito bem engrenada, os pacotes saem muito rápido, a casa é montada em 1 só dia, mas acabam ficando bem parecidas. É comum ouvir de clientes "essa casa é de pacote".

             Do jeito que eu trabalho, o cliente me dá as diretrizes e a linha geral do estilo de decoração que procura. Escolhe ou não os móveis comigo nas lojas da cidade ou mesmo por catálogos e o toque final com acessórios ele não vê. É a surpresa da chegada. O dia da revelação! Eu vou colocar algumas fotos que mostram o estado da casa quando entramos pela primeira vez e logo em seguida as fotos profissionais que são tiradas alguns dias ou até mesmo no mesmo dia da chegada dos clientes para o "review". 


A casa foi pintada, cortinas na porta

A cliente não gostou da cor dos gabinetes então todos foram pintados
profissionalmente, inclusive nos 8 banheiros

Painel, cortinas lustre etc



                      

Na sala, fechamos a segunda porta que dava para a sala de entretenimento que viraria um cinema completo
e adicionamos nas paredes o chiplap como detalhe arquitetônico



Sala de entretenimento que iria se transformar em cinema

Estas janelas foram tampadas. As persianas são deixadas dentro da parede, fechadas
Por fora as janelas ficam iguais com persianas fechadas não mudando a
arquitetura da residência nem as normas da Associação

Veja que não há janelas na parede verde do cinema. Foi também construído uma plataforma
com luz nos degraus e adicionado o carpete para melhorar na acústica. A parede aveludada no funco
e as tiras de madeira também ajudam absorver os som

Aqui vemos que o cinema agora só tem a porta do lado esquerdo











             É muito gratificante esse trabalho. Eu fico muito ansioso no dia do Review, sempre muito preocupado se o cliente vai gostar do produto final. É um investimento alto para se deparar com algo que não gostou, não é verdade? Eles ficam mais ansiosos ainda! Graças a Deus nunca tive um cliente que não gostou da decoração, somente alguns, quiseram mudar uma coisa ou outra e sinceramente, faz parte. Eu trabalho com eles até ficarem 100% satisfeitos. E vamos seguindo trabalhando!

Studio R Interior Design Inc
Emails:
rs_alves@hotmail.com ou 
studiorinteriordesign@gmail.com

Tel/Whats para contato +1-407-808-1878


     

9 comentários:

  1. Já estava com saudades de vc. Esse trabalho ficou lindíssimo, mais uma vez vc arrebentou nos detalhes e nas cores. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Oi Renato,
    Adoro seus posts!!! Muito obrigada por compartilhar suas histórias e dicas! Sonho em ganhar na mega sena para poder comprar uma casa ai de dar a chave na sua mão.. hehehe parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Daniela! Chaves e um cheque em branco!! kkkkkkkkkkkkkk
      Bjs

      Excluir
  3. Lindo.
    EUA usa muito carpete não?
    Não vejo tanto aqui no Br.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim essas casas novas vendidas por construtoras que fazerm em série, 99% vem já com o carpete. Mas depois quando é hora de reformar, o dono sempre tira o carpete.
      Abs!

      Excluir
  4. Parabéns Renato, seu trabalho tem cada vez mais maturidade e personalidade. Apesar de atender seu seus clientes, seu traço já se percebe em todos os trabalhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rogéria. É a gente quer fazer do estilo do cliente mas sempre fica algo nosso, não há como evitar ;-)

      Excluir
  5. Como é a questão da fofoca nos EUA? É mal vista? Pois no Brasil é super normal e aceita. Só nos bairros decentes das grandes cidades é onde tem menos.

    ResponderExcluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...