quinta-feira, 15 de junho de 2017

Viagem a Oklahoma City

           Eu já visitei muitas cidades e estados desde imigrei para os EUA em 2009. Eu tenho uma lista dos lugares que eu quero conhecer nos EUA e, Oklahoma não estava na lista. Nem sei o por quê. Acho que pelo fato de ser a terra dos Tornados talvez. Talvez pelo fato de que é um lugar central nos EUA que nunca se ouve falar ou mesmo tem algo de interessante. Pois eu pensava assim até que o Alex me convidou para ir conhecer a família dele em Oklahoma City.

            De Orlando, a Southwest tem vôo direto que dura, 2hs e meia de viagem. Segundo o Alex, Oklahoma pode ficar mais quente que Orlando (será?) no verão e no inverno é frio como um freezer. Como estamos na primavera (e falaram isso pra todo mundo menos pra Orlando pois o calor daqui começou já nos últimos dias do inverno e não parou) não ia ter problema pois a primavera lá tem temperaturas amenas. 

     Desde que chegamos no aeroporto fiquei muito impressionado. Descer no aeroporto de Newark é como levar um balde de água+decepção juntos. É feio e sujo. O aeroporto de Oklahoma city é lindo, arrumado, limpo, cheiroso e as pessoas parecem "americanas" (a interpretação é sua).

         


          Eu sei que pra quem mora no Brasil, Orlando parece um paraíso. Realmente quando estamos de visita não notamos muitas coisas que só percebemos quando moramos aqui. Claro, nada assim tão ruim que dê para ficar se queixando, mesmo porque eu sou da turma dos "incomodados que se mudem", por isso saí do Brasil. Mas se comparar Orlando com Oklahoma city dá pra perceber muitas diferenças. A primeira na quantidade de imigrantes. Não se vê tantos como se vê em Orlando, especialmente no Sul da Flórida. Outra diferença é na educação das pessoas. Se os brasileiros acham que os americanos de Orlando são educados, vá para Oklahoma city. Essa região é conhecida pela polidez dos cavalheiros (southern gentleman) e é mesmo!

          As pessoas se vestem muito bem, as ruas são muito bem cuidados, os carros são limpos, etc. Tudo muito organizado, muito mais do que Orlando. Sabe o preço da gasolina? 
USD 1,49 um galão de 3,78L 








           Fomos também visitar o museu dos ossos de Oklahoma City. Muito interessante o museu. 





          Também fui no centro de Oklahoma city passear à noite. Tem uma mini-veneza com um passeio de barco de 1 hora aproximadamente. O lugar chama-se Bricktown. Tudo com um charme de faroeste. 









          Há uma história muito triste sobre como os índios americanos foram tratados pelos colonizadores. Eles foram obrigados a deixar a costa leste e a Flórida para viver em Oklahoma. Dezesseis mil foram forçados a ir à pé desses lugares para Oklahoma e 4 mil morreram na viagem. 




          Em todos os lugares como em prédios do governo há imagens, pinturas e esculturas que descrevem a vida dos índios no estado. 

           Há lojas em Oklahoma que são o paraíso dos designers de interiores!! Veja só:










Na "At Home" havia 5 corredores só de almofadas!!!!

Uma variedade de espelhos incrível




















      A Overholser Mansion foi um dos passeios que mais gostei pois a casa está quase 100% do modo quando foi construída. Pesquise a vida de Henry Overholser, o pai de Oklahoma City, é interessantíssimo!!





         Passeando sozinho com o carro da madrastra do Alex, visitei algumas casas à venda e deu uma raiva danada de viver em Orlando. Essa casa que fotografei custa 390 mil dólares. O dobro do tamanho da minha e quase o mesmo valor. :@




             Por fim, foi um prazer conhecer a família do Alex, especialmente sua madrastra Mama Fran e seu filho peludo Zeeke. Só não mudaria pra lá nunca por causa dos tornados. Na mesma noite que chegamos não pudemos sair por causa da ameaça de tornados. As casas têm abrigos para tornados que ficam no quintal ou mesmo na garagem. Naquela noite, 16 tornados passaram por Oklahoma e 10 pessoas morreram. :(


O abrigo para se proteger dos tornados



Eu e meu novo amigo Zeeke

Alex e eu













sexta-feira, 12 de maio de 2017

Redecorando uma Casa de Veraneio

           Em minha recente visita ao Brasil para atender clientes em reuniões particulares em São Paulo eu conheci a Daniela e o Eduardo que estão interessados em adquirir a segunda casa de veraneio em Orlando. Enquanto a venda não sai, eles me disseram que desejavam reformar a townhouse (casa geminada) que possuem no condomínio Emerald Island. Na verdade seria também uma "redecoração" do imóvel. 

             No entanto a lista não era pequena e sim o orçamento, como quase todo trabalho de design aqui em Orlando, principalmente pelo fato de que, cada dólar gasto em Orlando, significa 3,20 reais do Brasil. 

            Examinando a lista do casal, concluí que a reforma e redecoração desejados custariam em torno de 30 mil dólares o que, realmente não compensa o investimento pois esse custo estaria, agregado ao valor que pagaram pela propriedade, muito mais do que o potencial valor de revenda do imóvel se caso desejassem vendê-lo em curto prazo. Chamamos isso aqui nos EUA de "over improvement". Quando você investe tanto em um imóvel que ele supera o valor de venda, mesmo reformado. Se desejassem vender, perderiam dinheiro. Aliás, o orçamento disponível era de 1/3 do proposto. 

          Por esse motivo optamos por um "face lift", ou seja, uma pequena maquiagem, plástica, trazendo o imóvel para os dias de hoje e também mais atrativo para locações. Em visita ao imóvel quando ocupado por um hóspede bagunceiro (hehehe) fiz algumas fotos do "antes". 



















          O imóvel precisava primeiramente de uma pintura total de paredes, rodapés, portas, teto e depois uma deep clean (uma faxina) que nos EUA custa em torno de 350 dólares. É amigo, no Brasil uma pessoa limpa sua casa por 8 horas por 100-150 reais. Aqui, com 120 a limpeza é de 2 horas somente e uma faxina, como no Brasil, custa 350 dólares. 

          Depois de nosso "toque" e aproximadamente 10 mil dólares que incluem comissão de designer, móveis, acessórios, quadros e profissionais como pintor, eletricista e montadores, o imóvel ficou desta maneira:































        Se desejar alugar o imóvel de 3 quartos do casal, entre em contato com a Daniela no email emc2xllc@hotmail.com

        Se quiser fazer uma redecoração de uma casa de veraneio entre em contato pelo email studiorinteriordesign@gmail.com

       Se quiser adquirir um imóvel de temporada em Orlando entre em contato no email renato@unorealtygroup.com

        E aqui vai a novidade. No mês passado eu passei no exame estadual para Broker e recebi minha licença de Broker. Com ela em mãos abri minha própria imobiliária, A UNO REALTY GROUP. Ainda estou no processo de construção do Website e outros detalhes. Não é fácil administrar duas empresas, uma empresa de Design e uma Empresa de corretagem, mas tenho tido muita ajuda, especialmente do meu sócio em negócios e também na vida Alex Howell. Será um prazer poder ajudar brasileiros a conquistar o sonho de uma casa de veraneio nos EUA ou mesmo aqueles que desejam imigrar. 

Grande abraço a todos!

Renato Alves

Real Estate Broker
Uno Realty Group
 


Cell +1.407.808.1878

Office|Fax  407.802.2837

1494248507786_Small        

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...