quinta-feira, 10 de abril de 2014

Atlantic City e Spring Lake Heights

          No meio do dia da quinta feira, já estávamos à caminho de New Jersey. O frio em NYC estava tão intenso que preferimos o conforto do aquecedor do carro. Dia lindo, sem nuvens, perfeito para viajar. Para minha sorte não estava dirigindo então pude observar a paisagem e tudo o mais ao meu redor.




            Nosso destino era a cidade de Spring Lake Heights na costa litorânea do estado de Nova Jersey. Spring Lake Heights é uma cidade pequena de menos de 5 mil habitantes. Muito parecida com a pequena cidade onde Jack tem seu bar no seriado Revenge. Eu fiquei simplesmente apaixonado pela cidade e depois conto o por quê. Chegando lá, dissemos um oi para os familiares que já estavam presentes no hotel e fomos para Atlantic City que eu estava muito curioso de conhecer.


Spring Lake Heights estava a 1 hora e 15 minutos
do hotel que ficamos em Nova Iorque.

            Mas antes, deixe-me contar algo interessante. Como você deve ter lido os dois posts anteriores, sabe que estávamos em NJ para o casamento da prima do Robert, Carrie. A família toda ia se hospedar no hotel. Eu fiquei surpreso quando, na chegada, todos os hóspedes que eram da família foram recebidos pelos próprios noivos e presenteados, cada um, com um "welcome kit" (kit de boas vindas) que continha uma garrafa pequena de água, um micro filtro solar, barra de cereais, advil e remédios para resfriados, lenços de papel perfumado, chocolates, mapa da cidade e roteiro completo do casamento com todos os endereços e horários. Bem pensado, não? Arrazou...

            É óbvio que a intenção do Robert e do James em me levar à Atlantic City nada mais era do que fazer uma visita aos Cassinos da cidade, porque nesta vida acredite, tem gente que gosta de rasgar dinheiro. Aliás, metade do dinheiro que ambos levaram, foi gasto nos Cassinos. Eu não dei um centavo do meu dinheiro na diversão estúpida.


Atlantic City no horizonte...

Prédios de hotéis e cassinos atrás das "wind farms"
(fazendas de geração de eletricidade por turbinas de ar - se diz assim??)



Máquinas de engolir dinheiro das pessoas...
Algumas pessoas acreditam que inserindo dinheiro nelas, sae mais do que se colocou.
O fato é observado raramente...

            Atlantic City (pronuncia-se AT-Lánic - estranho não?) é deserta no inverno. Mesmo assim, não pude deixar de ficar admirado com a rápida construção do Boardwalk após o furacão Sandy. Tudo novo, impecável! A primeira vez que ouvi falar de Atlantic City foi quando, nos anos 90, assisti ao filme da Bette Midler - Amigas Para Sempre. É realmente aquilo que o filme mostra. No verão deve ser uma sensação...

No filme "Amigas para Sempre" (Beaches, 1988) a amizade que
durou a vida inteira começou no Boardwalk de Atlantic City.
Não perca...

Boardwalk reconstruído e deserto. Talvez pelo fato de que ainda era manhã
ou pelo fato que o vento e o frio cortavam a alma!


Loja de doces e bugigangas.

Selfie - uma das desgraças modernas trazidas pelo telefone celular com máquina
fotográfica embutida.

            No Boardwalk há muitos gatos. Lindos gatos e fiquei pensando como é que eram tão bonitos e bem tratados. Depois vi uma placa sobre eles. Os gatos do Boardwalk são protegidos por uma ONG e pelo governo. Eles têm casas instaladas embaixo do Boardwalk e a ONG castra e alimenta todos eles, todos os dias. Inclusive presenciei um voluntário da ONG alimentando os gatos. Uma placa no Boardwalk havia a indicação e pedido para que não alimentássemos os gatos pois eles recebiam alimento. Paramos nas dezenas de lojas do Boardwalk pra comprar uma besteira aqui e alí. Na verdade não comprei nada, já passei dessa fase de comprar pequenos objetos de lembrança que só servem pra acumular poeira em casa e que depois têm como destino certo, a lixeira. Já o James comprou sacolas de coisas. Acho que Americano é meio assim, compra um monte de objetos e depois fica fazendo Garage Sale.

É impressionante o fato de estes animais terem sobrevivido ao furacão Sandy...

Voluntário alimentando os gatos...não são lindos?



            Almoçamos no Johnny Rockets e voltamos para Spring Lake Heights. No lobby do hotel ficamos tomando drinks e conversando com a família até a hora do "Ensaio do Casamento" ao qual não compareci pois precisava de um "nap" (cochilo) antes do "Rehearsal Dinner", jantar do ensaio, que é tradição dos casamentos americanos. Após o ensaio, a família é convidada para o jantar. O jantar foi sensacional. A família alugou uma Arcade (um lugar com fliperamas e video games). Neste lugar, para a família somente, todas as máquinas de fliperama e vídeo-game eram abertas, jogava-se o quanto queria sem pagar absolutamente nada. Pediram-se pizzas e subs (sanduíches), vinho, cerveja, refrigerantes, sucos e a italianada fez a festa. Fazia décadas que eu não jogava um fliperama e, eu e o Robert, fomos os últimos a sair do local à meia noite.




Família se divertindo na Arcade


            No dia seguinte aconteceu o Family Breakfast (o café da manhã da família). A família inteira hospedada no hotel se reuniu para o café da manhã, às 8:30hs no hotel onde estávamos hospedados. Imagine uma sala de café da manhã de um hotel lotado com uma família italiana só? Um barulho inacreditável, digno do filme "Um Poderoso Chefão". Aliás, todos os homens tinham cara de mafiosos, principalmente o pai da noiva. O café da manhã gorduroso, com linguiça, bacon, ovos, omeletes, pães, bolos, doces, etc estava realmente muito bom. Em meio à comida abundante, gargalhadas e piadas, eu ouvia um podre aqui e alí de algum membro da família. Como diziam os Titãs, "família, família, cachorro, gato, galinha...família". Sim família é igual em qualquer lugar.

            Após o café eu peguei o carro sozinho e fui fotografar a cidade e as casas. Fiquei com muita vontade de morar em uma cidade impecável, limpa, organizada e encostada ao Oceano. Os jardins, as flores, árvores, carros, tudo parecia impecavelmente colocado em seu devido lugar, como se o lugar perfeito para se viver existisse, onde ninguém teria preocupação desnecessária, onde violência e roubo, é coisa que se vê na televisão e que acontece bem longe dalí. Onde as pessoas morrem de velhice e todos trabalham para o próprio bem e para o bem da comunidade. Embora saibamos que, na realidade, não deve ser bem assim.
            E eu termino este post com as fotos de Spring Lake Heights. Eu ia falar do casamento também, mas como o post já está com 3 páginas, é melhor deixar para o próximo, porque tenho algumas coisas que gostaria de contar. A propósito, todas as fotos desta viagem foram tiradas com o celular Samsung Note 3, acredita? Aposentei minha Nikon que além de complicada é difícil de carregar...pra quê né?























No dia casamento acordei às 6 am para ver o nascer do sol na praia.
Só dava eu, afinal a temperatura era -5C



Alugamos esta Chevy Traverse

Boardwalk the Spring Lake (cidade grudada em Spring Lake Heights)












Tem-se que parar para dar passagem ao pato (ou patos...).
Lá vem o Pato Patati Patacolá...
Nos EUA é assim.
Os animais são os que mais têm direitos e nenhum dever
Depois vêm as crianças
Depois as mulheres e por último
os homens.
;-)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...