quinta-feira, 24 de maio de 2012

How about a Tiny House?



           Cansado de fazer trabalhos escolares e outos na mesa da sala de jantar, tive a brilhante ideia de construir um Studio no quintal aqui da casa do Robert e da Louise. Tudo começou com um trabalho “encomendado” por outro estudante da faculdade que não tinha tempo de fazer suas lições de casa. A matéria “sustainable design” exigia um projeto de uma casa totalmente feita dentro de containers. Achei a ideia fantástica e já fiquei imaginando em colocar um aqui no quintal da casa. Fiz o projeto para a fulana e ela tirou 10! Que vergonha hein?


Casas feitas em containers
Se quiser saber mais leia aqui

            Pesquisando um pouco mais, descobri que existem pessoas (americanas, talvez brasileiras também) que são adeptos da “religião” da sustentabilidade e que trocaram suas casas de 160-200 m² por uma casa de 12 m². Eu confesso que ainda não cheguei nesse estado da evolução humana (se é que se pode dizer isso) porque eu preciso de espaço. Mas quem consegue, diz que viver nessas “tiny houses” (casas minúsculas) é ótimo. Economiza-se muito dinheiro com as despesas da casa e elas custam menos que 40 mil dólares completas, com banheiro e cozinha, aquecimento e outras coisas mais. Você se livra de toda a tralha que acumulou por anos e anos e se enfia nessa toca aconchegante. Mas cuidado porque há coisas que é preciso considerar quando se decide viver em uma casa pequena assim. Por exemplo, um pum cheira a casa toda. 






                  Duas ou mais pessoas vivendo em uma casa assim dão de cara umas com as outras o tempo todo e isso é algo que eu ainda não sei lidar. Preciso do meu espaço para ficar sozinho de vez em quando. Considere também que viver em uma casa assim é como viver dentro de um pouco mais que uma casa de cachorro. Claro que deve ser fácil de limpar, mas em nenhuma casa destas eu vi , por exemplo, lavanderia. Provavelmente a sugestão dos construtores seja que você lave suas roupas na beira do rio e as pendure nos galhos das árvores para secar. Há também aqui nos EUA as lavanderias coletivas onde você vê a roupa de cama “manchada” ou mesmo a cueca furada e a calcinha fio dental de quem leva suas roupas nesses lugares.




   
            O “live simple” (viver simples) tomado ao extremo está fazendo muita gente abdicar dos metros quadrados para viver em casas assim. É sustentável, politicamente correto, diminui sua “carbon footprint” e blá blá blá. Na lei do 8 ou 80, alguns americanos que querem sempre mais, vivem em casas de 5 mil m² para duas pessoas e acham que ainda precisam de mais espaço. Outras vivem com a família de 4 integrantes em casas como estas de 20m² ou menos.




Considere tomar banho dentro de um barril :P
sonho de consumo?


        Video muito interessante sobre o assunto




               E você viveria em uma casa minúscula como essas? Gostou da ideia?

41 comentários:

  1. Tem que ser muito "evoluído" para morar numa coisinha dessas...
    E eu com 1,96m então? Iria viver me arrebentando pelos cantos.

    Sou mais ecológico numa casa de 200m2 com energia solar, reaproveitamento de água da chuva, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão! Nem tinha pensado nisso. Existem casas grande e totalmente ecológicas...

      Excluir
  2. Renato, uma vez muitos anos atras me espantei em ver areas da Holanda com casinhas muito pequenas em forma de chalezinho. Meu marido me informou que eram "vakantie huizen" casas de férias. Geralmente pessoas que moram em apartamentos em cidades holandesas gostam de ter uma casinha bem pequenina para passar os fins-de-semana ou simplesmente um refúgio a qualquer momento do ano. Interessante é que essas casas não podem oferecer moradia permanente ao dono. Ele não pode morar lá continuamente, nem pode alugar para outros. Pois é... tuuuudo na Holanda é assim profundamente regulado.
    Seu post também me lembrou os "gardening chalets" da Holanda. São areas (gerlamente cercada por cursos de água) onde voce pode ter um pedacinho de terra (pedacinho MESMO, como um quintal) e um chalezinho. O chalezinho é mínimo, so para guardar material de jardinagem (adubo, cascalho, terra, areia, pas/pazinhas/arado) e um par de cadeiras+mesa. O pessoal monta hortas e pratica esse hobby no fim de semana. Dá uma olhada nos chalezinho que são colocados nos pomares ou nos quintais (ou de uma googada em Tuinhuisjes): http://www.google.nl/search?hl=nl&cp=12&gs_id=1a&xhr=t&q=tuinhuisjes&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.,cf.osb&biw=1440&bih=754&wrapid=tljp1337881382468022&um=1&ie=UTF-8&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=KXO-T6-hMor68QPayuky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana
      Achei muito legal essas casinhas. Era uma dessas que eu queria aqui no quintal pra servir de studio. Mas deve custar caro para fazer e eu não acho que consigo construir uma sozinho ehhehe
      Bjs

      Excluir
  3. Michelle Depenbrock24 de maio de 2012 12:19

    A melhor parte foi a do pum que cheira a casa toda! kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Bonitinha mas ordinaria rsss Eu não sobreviveria.

    ResponderExcluir
  5. Interessante. Mas não é meu caso. Prefiro reciclar lixo, reutilizar, reduzir o nivel de compras, lampadas mais eficientes, aquecedo solar, etc. E creio que assim serei ecologicamente correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que eu pensei Regina! Eu faço qualquer coisa mas morar em casa de cachorro não dá. Só se eu ficar pobre :)
      Mas pensando bem muitos brasileiros moram em barracos do mesmo tamanho não é mesmo?

      Excluir
  6. Não canso de ler seu blog! Re, vc é o máximo!!!! Fiquei imaginando minha vida e a do meu marido, nos altos dos seus 1.92m, dando cabeçadas na casinha...um passo para o divórcio! hahaha!! E as camas?? Como alguém consegue dormir naquela socada no teto?? Ainda sonho com uma casa grande, ecologicamente correta, como td mundo já falou...essas casinhas parecem aqueles depósitos que alguns americanos tem no fundo do quintal. Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigado Ana!!
      Imagino, vc (alta) e o marido também em uma micro casa como essas. Mas uma assim nas montanhas pra passar um final de semana até ia não?
      Bjs!!

      Excluir
  7. Oi Renato!
    Otimo texto , e ri muito como sempre. Mais parece casinha de "boneca"
    Um otimo fim de semana pra voce
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cinara, parece casinha de boneca sim. Cinara, vc é a dona do blog Cinara's place??

      Excluir
    2. Oi Renato!
      Eu nao tenho blog. Estou pensando em fazer um Blog,
      sobre assuntos que gosto e conheco envolvendo Reiki, e Florais.
      Nos tambem vamos receber visitas, cansa um pouco, mas
      eh bom, sempre tem novidades alheias {gossip} heheh
      Bom feriadao pra voce
      bjos

      Excluir
    3. Renato!
      Eu nao consegui colocar a mensagem com meu nome porque
      apareceu cartao vermelho Your open ID credential
      could not be verified. Como nao havia acontecido antes nao sei "how to fix it" Se eu coloco meu nome voce nao recebe minha mensagem, do you know why?

      Excluir
    4. Cinara
      Apareceu seu nome sim. Tem algo a ver com o google. Não sei comom consertar também. Quem sabe conserta sozinho?
      Bjs

      Excluir
  8. I LOVE these kind of homes! I think my small Carioca apartment has totally prepared me to live in one of these ;)

    ResponderExcluir
  9. Olá Renato? Tudo bem? Adorei todas!!! Seu curso deve ser bem diferente do Brasil né? O seu é Arquitetura e design, aqui Arquitetura e urbanismo. Minha filha vai prestar vestibular este ano para Arquitetura e depois quer fazer design de interiores, pq aqui não tem um curso para as duas áreas juntos.
    Um gde abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone
      O curso é de designer de interiores mesmo. Mas já já vai mudar para arquitetura de interiores porque o curso é bacharel de 4 anos. Temos muita matéria de arquitetura mas não tão profundo, já que aqui arquitetura são 6 anos!
      Abs

      Excluir
    2. Aqui tem curso de 5 anos para arquitetura e de designer 3 anos. Não sei como funciona nos EUA, mas aqui o profissional de designer não tem muito espaço porque o arquiteto acaba exercendo as duas áreas. Eu considero as duas profissões maravilhosas. Adorei a opção da minha filha. Em setembro estaremos em Orlando, vamos tentar conhecer alguns lugares que voce sugere no blog.Abraços!

      Excluir
  10. oi Renato! viver nessas casinhas eu ñ queria não mas se um dia eu precisasse MUUUUUUUITO eu optaria por um trailer. Pelo menos poderia viajar..... bjs....judy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, tem essas casinhas sobre rodas também :)
      bjs

      Excluir
  11. Caramba Renato, que coincidência, sábado passado no Jornal Hoje passou uma matéria exatamente sobre isso, e mostrou brasileiros que moram em contêiner, achei a matéria e acho legal você dar uma olhada e dizer o que você acha da decoração e da disposição dos conteiners.
    http://pdh.co/casaconteiner
    E se você for construir ou ja estiver construindo esse espaço pra você poder estudar, não esqueça de tirar muuuuuitas fotos e postar aqui.
    Abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor
      Esse é um projeto para o futuro. Um container pequeno custa 2.500 dólares! E uma casinha dessas não sai por menos de 10 mil então...mas pode deixar que se um dia eu fizer algo posto as fotos
      Abs!

      Excluir
    2. Nossa, eu não sabia que custava tanto, e a Louise concordaria com um contêiner no meio do quintal?
      Você viu o vídeo da matéria do Jornal Hoje? É que eu encurtei o link. (http://pdh.co/casaconteiner)

      Excluir
    3. Bom, se fosse bem arrumadinho acho que não teria problemas. Melhor mesmo é eu esperar pra ter minha própria casa, não acha?
      Olhei a casa e o vídeo também. Gostei muito. Só queria saber o quanto custou a casa porque, tudo que é sustentável, pelo menos aqui (como balcão de material reciclado, azulejo reciclado e outras coisas mais) é tudo o dobro do preço.
      Os containers grandes como o que ele usou custam em torno de 10 mil dólares cada, depois tem que fazer revestimento dentro e tudo o mais. Eu vi que ele usou 7 containers. Se ele gastou 70 mil reais só de containers (fora todo o resto), pode ser sustentável, mas deve ter ficado mais caro do que contruir uma casa nos padrões normais.
      Obrigado pela matéria!
      Abs

      Excluir
    4. Com certeza na sua casa ficaria bem melhor...
      E aqui no Brasil é mesma coisa quanto ao preço de coisas sustentáveis, meu tio tem uma marcenaria e as vezes ele recebe alguns projetos que usam madeira de demolição, e o preço é realmente no minimo o dobro. Infelizmente como é "modinha" ser sustentável, os preços são exorbitantes..
      De fato acho que ainda não é muito viável um projeto como este, acho que esse de matéria foi mais uma casa conceito, para expor que é possível, mas a ideia em si é
      maravilhosa...
      Abraços.

      Excluir
    5. A idéia é muito boa. Queria ver como é a refrigeração na casa porque uma parede de metal deve ferver no verão e congelar no inverno não? Só se houver isolamento térmico, mas aí também não encarece? Não vai gastar mais dinheiro, trabalhadores, combustível, etc? É mesmo sustentável...dá pra pensar
      Abs

      Excluir
  12. Adorei o post, Renato, muito interessante!
    Aqui no Japao a maioria da populacao vive quase numa tiny house, pois a maioria dos apartamentos tem em media mais ou menos 30 metros quadrados. Os apes mais antigos sao menores ainda, e muitas familias de 3~4 pessoas moram neles. Nos ultimos anos a qualidade dos apes melhorou bastante, mas pra compensar os alugueis tbm....
    bjOs, otimo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É eu já vi muito documentário dos espaços no Japão. Que coisa né?
      Pra vc também!!
      ABs

      Excluir
  13. Esses americanos...tsc,tsc... sempre nos extremos. O que pra mim está claro que é insustentável são suas (e nossas, no Brasil em muitos lugares é igual) casas com 150, 200, 500m2... Isso significa uma cidade difusa e que ocupa muito território, com as consequencias que a gentw conhece. Pra mim uma casa diminuta dessas não muda em nada (muda pouco) e tampouco supõe uma cidad compacta... Isso pra mim não significa sustentabilidade, que é algo que envolve tantos aspectos... De todas formas, vc podia colocar uma casinga no seu pátio, espaço pra isso sobra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Glenda, sempre nos extremos...
      Eu queria uma casinha dessas na beira da praia ou nas montanhas, um lugar bem legal para eu passar uns fins de semana de vez enquando. Um chalézinho nas montanhas, já pensou?
      Abs

      Excluir
  14. Simone Nascimento30 de maio de 2012 03:31

    Olá, Renato! Essas casinhas são um desafio para os decoradores e para quem vive nelas. Aqui no Brasil tem umas construtoras que estão fazendo apartamentos inspirados nelas (46 m2, que horror!). Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 46m² é quatro vezes o tamanho dessas casas aqui!
      Hehehe, mas é pequeno mesmo, hein. E pior, vejo pela internet que custam o olho da cara...
      Bjs!!

      Excluir
  15. oi, descobri agora o teu blog, seguindo o link de uma amiga. Moro em Montreal, Canada. O que eu acho um pouco medonho é a dependencia em relacao ao carro, que devem ser carros grandes e robustos prq na maioria estas casas pequeninas sao ambulantes mesmo. Estou enganada? As que vi (so em fotos), estavam sempre ao lado de um grande carro, entao eu acho que o conceito do uso do carro vai junto, mas me parece que o grande problema nas grandes cidades é realmente esta dependencia ao carro. Os candenses sao menos dependentes do carro que os americanos, e a tendencia é transformar Montreal, de mais em mais, em uma cidade de pedestres e ciclistas. E estou danso mais importancia p me livrar da dependencia do carro mesmo. Estes dias estou sem o meu, usando o metro (sorte que moro ao lado), e estou gostando muito.... Uma casinha economica e bonitinha, ao lado do metro, p mim, seria até interessante... (moro sozinha num grande apt de 4 quartos!!!). Um abraco!
    Katia

    ResponderExcluir
  16. Tem vários sites falando a respeito e com várias fotos, achei o conceito muito interessante. Principalmente o fato de economizar o aluguel e morar perto do trabalho!

    ResponderExcluir
  17. Ultimamente estou viciada em vídeos sobre o assunto, tem gente morando em lugares minúsculos em várias partes do mundo, com soluções incríveis, designs de babar... mas sempre me incomoda o fato de não haver lavanderia! Gostaria muito de ver uma casinha dessas adaptada às necessidades dos brasileiros, que tem o costume de lavar a própria roupa e não precisam tanto de aquecimento (que é uma preocupação grande de quem mora no hemisfério norte)... Apesar de não ficar totalmente satisfeita com os projetos por não terem nem um mísero tanque, gosto muito da ideia do estilo de vida que se adota morando num lugar pequeno. Você fica obrigado a escolher o que é essencial para o seu dia-a-dia, pois não há espaço para o supérfluo, e isso te faz desapegar de muitas coisas e focar no que é realmente importante. Deve ser uma lição de vida, ainda mais nessa sociedade consumista em que vivemos...
    Deixo alguns dos vídeos que mais gosto, para quem tiver interesse.
    PS: ri muito com a história do pum! hauahuahuahua

    Uma das casas que mais gosto é essa em Barcelona: https://www.youtube.com/watch?v=juWaO5TJS00
    Também tem essa em Manhattan, mas aí já acho apertado demais: https://www.youtube.com/watch?v=JZSdrtEqcHU
    Essa acho muito interessante as cadeiras sem pernas e a banheira na cozinha: https://www.youtube.com/watch?v=cWnFgpiCrQo
    Esse foi bem criativo: https://www.youtube.com/watch?v=Q4FoAr8i26g

    ResponderExcluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...