quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Fazendo Kibe nos EUA

Eu pensei que seria fácil…afinal é só pegar a receita na internet e me “danar” para o supermercado.
Pesquisando na rede encontrei várias receitas de Kibe e até mesmo um ótimo video em inglês no Youtube de um brasileiro descendente de libaneses que vive na europa. Esse vídeo você pode encontrar aqui.
Das receitas que ví, acabei por optar por esta daqui enviada ao site pela Bel Rezende

Ingredientes:
- 250 g de trigo para kibe
- 500 g de carne bovina moída duas vezes (patinho)
- 1 cebola grande
- 4 dentes de alho
- folhas de hortelã fresca (cerca de 12 galhinhos)
- 3 colheres (chá) de pimenta síria
- 4 colheres (chá) de sal

Carne moída duas vezes? Eu não tinha tempo nem vontade de visitar um açougue aqui em Orlando. Quase todas as pessoas compram a carne no supermercado como está acontecendo no Brasil. Então, achei que podia pedir para que a carne fosse moída duas vezes no supermercado mesmo. Chegando lá descobri que o supermercado não fazia este tipo operação para os clientes. Pensei em ir falar com o gerente, comprar uma máquina de moer carne e muitas outras coisas mais. Bobagem, pega a carne assim mesmo.

Adoro esse supermercado!
Já de cara me deparei alguns problemas. Pesquisando na internet em sites de tradução ou mesmo pesquisando na Wikipedia em português e depois clicando no link “english” para saber os nomes dos produtos em inglês, descobri que o trigo se chama “bulgur cracked wheat” e a pimenta síria “syrian pepper”.


Setor de produtos étnicos
Com meu papelzinho em mãos lá no “Publix” começo a caçada aos ingredientes como de costume. Como todo bom exemplar do sexo masculino, eu também não gosto de perguntar. Tentei achar eu mesmo. Fui nas farinhas, fui nos temperos , rodei o supermercado e não encontrei NADA. Na seção de temperos, entre as centenas que havia alí (nunca ví tantos!) conhecia poucos nomes mas, nenhuma “syrian pepper” eu encontrei. Era melhor perguntar então...

Uma funcionária muito gentil tentou me ajudar mas a jovem entendia de culinária o mesmo que eu entendo de química. Chamou o gerente. Muito atencioso o homem alto de olhos azuis leu meu papelzinho e me perguntou o que eu queria preparar. “Kibe” eu falei. Ele: “O quê??” Tentei explicar que era um “snack” (petisco) famoso no Brasil de origem libanesa. Ele não entendeu nada mas estava disposto a ajudar.

Rodamos o supermercado até que ele pediu desculpas por não ter os produtos que eu procurava. Dam! Agora me restava comprar pães para um delicioso “cachorro quente”. :-(  Já lá com os pães nas mãos, o gerente me aparece com uma caixa pequena e me diz: “Este produto é usado para fazer “tabule” será que não é isso o que você quer?” Bingo! Encontrei o trigo! Com o mesmo nome do meu papelzinho porém estava na seção dos “cereais” junto ao Sucrilhos etc. “What the hell?” Mas a pimenta síria nem pensar. 

O trigo
Chegando eu a casa tive a brilhante idéia de fazer uma pimenta síria caseira. Bendita internet! Em poucos minutos já tinha a receita que eu achei aqui.

• 2 colheres (sopa) de pimenta da jamaica
• 1 colher (chá) de cravos da índia
• 1 colher (sopa) de pimenta do reino preta
• 1/2 colher (chá) de noz moscada ralada
• 1 colher (chá) de canela em pó

Pimenta da jamaica, que diabo é isso? Prato libanes com pimenta da Jamaica? Whatever... Descobri que se chama “Allspice”, cravos da índia se chamam “Cloves”, pimenta do reino “Black Pepper”(que eu tinha em casa), noz moscada (ralada??) se chama “Nutmeg”, a canela em pó, a famosa “Cinnamon” também aqui na despensa (pentry) e para terminar a Hortelã que se chama “Spear Mint”. 

Pimenta da Jamaica
De volta ao 'sumercado' fui atrás da Nutmeg, Allspice, Spear Mint e Cloves. Fiquei mais ou menos uns dez minutos procurando entre dezenas de nomes de temperos que eu não tenho a mínima idéia da tradução para o português. Achei tudo. A conta? 15 dólares pelos temperos e trigo, 7 dólares pela carne que já tinha comprado antes. O total foi uns 25 dólares. Que absurdo, dava para comer em um restaurante árabe daqui de Orlando mas eu não desisto. Quero fazer eu mesmo meu Kibe. É melhor que eles gostem ou então...



Em um dos sites que eu pesquisei, achei uma receita que tinha amêndoas e resolvi usar as amêndoas que temos aqui na casa.

Avisei a todos que o jantar seria especial. Afinal eu sou o cozinheiro oficial da casa durante a semana e, nos finais de semana, a Louise faz as comidas americanas que às vezes são deliciosas mas na maioria...(sem comentários)

Cheguei da faculdade atrasado para o jantar e perguntei se eles esperariam mais ou menos uma hora para o preparo e eles concordaram. Comecei colocando o trigo de molho em água. Se na receita dizia uma hora em água fria, meia hora em água quente dava conta do recado. Enquanto isso fui preparando a pimenta e já comecei a espirrar. Pimenta síria pronta fui para o processador ralar a cebola e a hortelã, que no final, percebi que teria sido melhor usar mesmo o bom liquidificador(blender). Aqui nos EUA, como em todas as casas que eu conheço no Brasil, as pessoas tem um monte de aparelhos mas o que funciona mesmo é a batedeira e o liquidificador. :-)

Amassei, amassei e amassei

Kibe assado ou Kibe frito? Assado fica um pouco seco e demora...vai frito mesmo. Preparei uma salada maravilhosa, com folhas, blue cheese, amêndoas, gotas de chocolate, alguns legumes e esse seria o acompanhamento do Kibe.
O Kibe frito, ficou lindo mas preciso aperfeiçoar a motagem. Mesa posta, cheiro maravilhoso das especiarias pela casa, suco de limão para ajudar na digestão, vamos devorar.

Hummm, ficou um pouco apimentado demais para o meu gosto. Para os americanos não é nada demais visto quase tudo aqui ter bastante pimenta. Mas achei delicioso, como um kibe do Almanara. E os americanos?

Louise: “It’s not that I didn’t like it, it’s different...” (Não é que eu não gostei, é diferente...)
Renato: “Aceita mais um?”
Louise: “No thank you” :-(

Não acredito, depois de tanto trabalho? Mas, gosto é gosto. Pelo menos adquiri experiência.
O Robert gostou, comeu uns cinco e colocou o resto em uma vasilha para o almoço no trabalho. Eu, sentei no sofá de meias e calças de pijama, cruzei as pernas sobre a mesa e terminei a tigela de kibes assistindo “Glee”. Engraçado...fiquei pensando na Louise... Se 99 pessoas entre 100 gostarem do que eu fiz e uma não, eu só consigo me lembrar daquela não gostou. Louise me aguarde, vou te impressionar na próxima receita...


Excluindo-se as minhas fotos, todas as imagens foram extraidas do www.mybrainstorm.com - Site para download de imagens sem direitos autorais.

24 comentários:

  1. KRa... Seu blog é sensacional... Tenho muita vontade de morar fora, praticamente o sonho de uma vida, e ler sobre seus casos cotidianos é inspirador... kkkkk!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Andre, obrigado!
    A gente sofre e bate cabeca quase todos os dias. Mas nao tem dinheiro nesse mundo que pague a experiencia. Estou adorando, recomendo pra qualquer um. Precisa de coragem mas nao desista!
    Abs

    ResponderExcluir
  3. Renato.
    Trigo para quibe vc encontra nos mercados brasileiros e na secao de comidas etnicas no Publix, alguns dos emrcados Publix possuem uma boa variedade de produtos brasileiros.

    ResponderExcluir
  4. Renato
    Achei estranho o trigo que vc comprou. Compro uma marca no publis que eu umsaquinho transparente. Ele e mais grossinho do que no Brasil, mas nao precisa ficar muito tempode molho. Ele fica perto do arroz e graos. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pela dica!!!!! Vou procurar! Bjs

    ResponderExcluir
  6. é engraçado qdo a gente quer fazer algo diferente... bucar uma receita compativel, descobrir os ingredientes "genéricos", dedicar tempo e depois esperar o sucesso. meu marido é argentino e vivo mostrando as comidas da gente para ele. Outro dia passei horas fazendo um strogonof, que tb rebolei para encontrar o creme de leite... no final ele me disse que prefere feijao com arroz... posso? mas fiquei com vontade de comer quibe! valeu a receita!

    ResponderExcluir
  7. Adoro seu Blog! Tudo é muito interessante e legal.
    Tentei convencer meu pai a me deixar fazer um intercambio, mas ta mt dificil...
    Enquanto isso, viajo lendo seu blog... Avise aos norte americanos que me aguardem, que eu vou de qlq jeito! Haha

    Abraço!

    Amanda

    ResponderExcluir
  8. Thais:
    Muitas coisas eles gostam mais algumas nao. Eles gostam de feijao com arroz. "Nosso feijao" e "nosso arroz", dai tive a ideia de fazer uma farofinha outro dia para acompanhar. Detestaram... hehehehehehe Mas nao desisto!

    Amanda:
    Obg!!! Vem sim, vai gostar bastante! Podexa vou dar o recado!! :)

    ResponderExcluir
  9. Do jeito que eu gosto de quibe... este post me deu uma FOME!... ;-)~

    ResponderExcluir
  10. Renato, ri muito lendo esse post, eu e meu marido fazemos a mesma coisa tentando achar os produtos no mercado, mas com uma diferença, a gente mora no Alabama e aqui a variedade é menor que na Flórida.

    ResponderExcluir
  11. Legal Lorna! Obg pela visita. Vou pegar umas receitinhas contigo no seu blog!
    :-)

    ResponderExcluir
  12. Sei exatamente o que voce sente, cheguei aqui nos EUA e fui toda animada fazer um strogonoff. Foi um parto para achar o creme de leite e no final meu marido comeu para agradar pq ele nao gostou.

    ResponderExcluir
  13. hahahah acontece
    O creme de leite já achei no primeiro dia no Publix com nome de Table Cream
    As comidas brasileiras preferidas deles aqui:
    Bolinho de arroz(o campeão!)
    Brigadeiro
    Abacate batido com leite condensado
    Arroz com feijao
    Refogado de carne moida com vagens
    Omelete com batatas
    Bananas fritas com couve desfiada
    É um sucesso só!!
    Tente!
    beijão!

    ResponderExcluir
  14. Renato,
    Acabei de conhecer teu blog, e estou explorando e me divertindo.
    Eu tambem passo uns apuros, mas para achar os ingredientes para o kibe, eu fui numa loja de naturais. La tambem vc encontra polvilho, viu?
    Eu tambem estou registrando minhas experiencias culinarias.
    Se vc precisar de algo, ou ajuda pra encotrar ingredientes, so me pedir... Ate escondidinho ja rolou na minha cozinha americana! rsrs.
    Vou te acompanhando.!

    ResponderExcluir
  15. OI Paula!
    Que legal...porém hoje eu já conheço muitos lugares. Claro que peço sua ajuda se precisar!
    Obrigado hein!
    Que lugar dos EUA você mora?
    Abs

    ResponderExcluir
  16. Oi Renato,
    Eu pastei muito e ainda pasto. Aqui nao tem muitos brasileiros, pelo menos eu nao conheco, entao eh complicado achar nossas iguarias. Mas em Orlando e em Miami e um pouco mais facil.
    Eu estou em Riviera Beach. Lindo lugar, so o calor que mata neh? Rs..
    Abs

    ResponderExcluir
  17. Oi Renato,
    Adorei seu blog, e sempre bom compartilhar nossas experiencias fora do nosso pais. Ontem tbem resolvi fazer o tal do kibe. Fui direto num mercado arabe comprar o trigo, comprei o fine bulgur wheat , e a bendita pimenta siria , nao encontrei, entao misturei com allspice and cumin. Usei a mesma receita de kibe q voce . Eu gostei , meu marido achou que tinha mais carne que trigo. Bem, o que valeu e q fiz pela primeira vez fiz um kibe e saiu gostoso .Abs....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que você fez o kibe! O pessoal daqui gostou muito, mas ficou muito apimentado pro meu gosto
      Nunca mais fiz acredita?
      Abs

      Excluir
  18. Poxa agora eu sei como fazer o quibe por aqui! Obrigada! Outro dia foi a vez da coxinha... Da certo, mas da um trabalho... Mas é isso mesmo, os americanos tem o paladar bem diferente do nosso. Fico frustrada qdo eles comem e nao gostam :P eles comem strogonoff, pure de batatas com molho bolonhesa e queijo, brigadeiro, bolinho de arroz como vc comentou, mas de resto, aiai. Muito interessante o blog, gostei!

    ResponderExcluir
  19. Oi,obrigado pela dica, achu que vou fazer viu mais sem essa pimentinha ai,eu tbem nao sou muito fa de pimenta nao! rs
    nossa toh com agua na boca agora!
    eu moro no Texas e por aqui eh meio dificil encontrar as coisas brasileiras viu, visto que a unica loja que tinha fechou.
    enfim valew pela receitinha... abraco
    Sonia

    ResponderExcluir
  20. Oi Renato (e todo o pessoal Brasileiro lendo este blog)

    Este e o Waldir, morava em Laguna Beach, CA e mudei para Phoenix, AZ. Eu vim para este pais no peito e na raca. Sem dinheiro, pedindo carona (hitch hiking) por muitos paises latinos. Me levou 6 meses pra chegar foi um aventura de LASCAR. A esperiencia foi tremenda. Mas cheguei, entrei, casei, tenho familia e o resto e Historia. Todos me pedem para escrever um livro. Vou escrever para dar dicas e ajudar os Brasileiros que querem vir a chegar aqui.(vao desculpando meu Portugues ai. muito tempo aqui ele ficou ruim.

    Mudando de pau pra cacete:
    Estava procurando receita para quibe e encontrei seu blog. Muito bom e engracado. Ri muito lendo-o. Obrigado pela receita, vou fazer Kibe esta semana.

    Olha, voce quer impressionar os americanos? Faz FAROFA e/ou COUVE e tambem CHURRASCO (rodizio). Tudo que eu cozinho eles adoram. Mas farofa e cove e churrasco eles comem ate nao aguentar mais. Do jeito que eu faco e muito facil e rapido.

    Primeiro eu pico o bacon e frito ele ate ficar bem sequinho (escorre um pouco da gordura pra nao ficar muito gordurosa)coloco sal e pimenta do reino). Na mesma frigideira/panela com o bacon coloco 3 ovos e remexo (scramble) depois, misturo "bacon e ovos" agora de pouco a pouco vou adicionando a farinha e continuo cozinhando e mexendo ate ficar torradinha e finalmente, pico cebolinha verde e coloco emcima da farofa ao servir. O pessoal aqui ficam loucos. (depois te falo a respeito do couve e do churrasco)

    Um abracao a todos

    ResponderExcluir
  21. Valeu pelas traducoes! Eu moro em Utah e nao temos mercado Brasileiro, entao temos que nos virar com o nome dos ingredientes no mercado tradicional...

    ResponderExcluir
  22. Eu tambem sou assim, me lembro de quem não gostou kkk fiz quibe frito e assado, meus amigos americanos odiaram o assado, mas comeram o frito rsrs um amigo da Suiça que amou tudo, pediu ate a receita.

    ResponderExcluir
  23. Oi Renato!
    Somente agora, te encontrei. Estive na Inglaterra em 2010 por 6 meses e tbm sofri mto p comprar os ingredientes que precisava p meus pratos.
    Hoje, estava a procura de uma Receita em Ingles e te encontrei p acaso.
    Estou numa Escola de Inglês e amanhã vou apresentar p os alunos uma "Receita de Kibe Assado" com recheio de queijo mussarela e coberto com fatias de bacon.
    "Te GARANTO QUE NÃO FICA SECO, AO CONTRÁRIO, FICA BEM SOFT"
    Experimente!!!
    O modo de preparo é igual ao seu, (mas, só um pouquinho de Pimenta do Reino). Divide a massa já temperada (do Trigo com a carne moída), em 2 partes iguais.
    Coloque a 1ª parte no Pirex untado.
    Recheie com fatias (generosas)de queijo mussarela;
    coloque a 2ª parte da massa;
    E cubra com fatias de bacon;
    Leve ao forno até dourar;
    Corte em pedaços médios quadrados e,
    Sirva ainda quente
    Acompanhado com Salada verde e,
    Um bom vinho tinto.
    Enjoy Yourself!!!
    Van.

    ResponderExcluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...