terça-feira, 14 de junho de 2011

Saudades do Pão Francês do Brasil

Poucas coisas, além da família e amigos, me fazem falta aqui nos EUA. Outro dia desses me peguei pensando se havia algo do Brasil que eu realmente sentia falta. Claro que algumas coisas agora começam a fazer falta como por exemplo reunião de família, viagem com amigos, pastel de feira, bolinho de bacalhau...e o que mais? Agora não sei dizer. De vez enquando vem aquela vontade ou saudades de algo que, rapidamente se vai e eu esqueço do que se tratava. Acho que já me acostumei com o café da manhã “heart attack” americano, o almoço miserável e o jantar às 5:30 da tarde. Tive que arrumar alguma coisa para comer às 9 da noite porque à essas horas eu estou faminto.

Uma coisa que eu gosto de São Paulo é o pão francês que, ironicamente, não existe na França. Algumas boas padarias de São Paulo como a Orquídea Chic de Moema, a Galeria dos Pães de pinheiros têm um pão francês delicioso. Pão francês me transporta para minha infância. Me lembro de buscar o pão na padaria de manhã e de tarde por volta das 4 da tarde quando tomávamos o café.
A Galeria dos Pães na Rua Estados Unidos em SP
tem até estacionamento com manobrista...
@achodigno


O pãozinho francês faz falta e como a padaria brasileira fica a 20km daqui não é sempre que eu tenho disposição de ir até lá para buscar alguns pãezinhos. Para falar a verdade, nem compensa muito viu? Não é aquelas coisas...e o atendimento é péssimo. Acho que as balconistas trabalham contra vontade pelo salário exploratório e descontam nos clientes. Tirar um sorriso dalí é quase uma Missão Impossível...

Devia chamar-se Pão Mais ou Menos
Pensando nisso foi que eu tive a infeliz idéia de tentar fazer pão francês em casa. Pão, definitivamente não é uma coisa fácil de fazer. Existem dezenas de fatores que podem fazer com que o pão dê certo ou dê errado e, pode confiar, o universo conspira contra você. Quando não é o fermento, é a temperatura, o tempo de crescimento, a umidade do ar e tantas outras coisas. Para você ter uma idéia, em uma de minhas tentativas resolvi tirar o pão após o crescimento de uma forma para outra. Pois bem, ele muchou, não cresceu novamente e ficou terrivelmente duro. Quem é que pode explicar uma coisa dessas?

O caso é que eu vasculhei o Youtube em busca de uma receita de pão caseiro. Como o youtube está cheio de gente que acha que sabe não? Levei tempo mas encontrei um vídeo de uma carioca que gostei. Ela, com muita didática explicou a receita do pão caseiro da vó Diva que, segundo ela, era o melhor pão caseiro que ela tinha comido na vida. Tentei uma, duas, três...umas dez vezes até o pão sair bom pela primeira vez. Confesso que algumas vezes eu tinha vontade de literalmente atirá-lo na parede, pisoteá-lo, etc. Passar 2-3 horas preparando algo que, depois de pronto, não se mastiga, é realmente frustrante. Sem contar as dores no meu braço direito de tanto sovar massa após massa. Mas eu não desisti porque, posso te dizer? Eu sou ruim....ruim mesmo! Sabe aquela ruindade, teimosia, determinação? Vira como que uma obcessão e eu não paro até dar certo. Baixa o exú padeiro em mim e não tem quem me faça desistir.

O melhor vídeo que encontrei sobre pão caseiro...

A cada dois dias fazia um pão novo e por um motivo diferente dava errado novamente. Até que um dia, já na décima, décima quinta vez não sei, o pão saiu brilhante de dentro do forno, alto, robusto, dourado, cheiroso e eu desconfiei que algo não cheirava bem. Até que o parti e experimentei um pedaço. Hummm estava delicioso! Depois desse dia, nunca mais um pão saiu errado. Como me disse uma pessoa amiga, “é uma peleja pra pegá a mão, mas depois que pega a mão aí vai”. Nem pense em traduzir essa frase ou conceito para o inglês! (rsss) Não existe equivalente na língua inglesa.

A receita simples do pão da vó Diva (adoro esse nome, já pensou chamar-se Diva?) você pega aí no vídeo do Youtube. O que eu quero fazer agora é compartilhar alguns fatos mesmo porque não sou cozinheiro e esse blog não é o La Cucinetta.

Nos EUA é muito difícil encontrar fermento fresco. Nem mesmo no supermercado brasileiro de Orlando eu encontrei fermento Fleischmann’s fresco que é o da receita da dona Diva. Aqui, se encontra bastante o fermento desidratado. Não precisa dizer que foi uma cruzada descobrir o equivalente de fermento desidratado para a quantidade de fermento seco da receita. Além do fato que existem dois tipos de fermento desidratado. O Active Dry Yeast e o Rapid Rise Yeast. Tentei várias vezes fazer com o active dry e não deu certo. No envelope do Rapid Rise, as instruções dizem para colocar direto na farinha mas eu deixo 5 minutos na água morna/quente até criar a espuma(instruções para o active dry, mas dá mais certo!)
Embora as instruções digam que pode-se colocá-lo diretamente
na massa eu deixo em água morna por 5 minutos antes de colocar na massa.

Minhas experiências com ele não deram muito certo.
Vários blogs falam da primeira e da segunda fermentação, alguns só deixam crescer uma vez. Bom, não precisa dizer que tentei várias vezes das duas maneiras e a que funcionou mais para mim é deixar crescer uma vez só. Direto na forma onde se vai assar.

Coloco diretamente na assadeira
 
Após 70 minutos
 
Depois de 35 min de forno
Eu recomendo que você compre uma batedeira que tenha o gancho para massas. É uma maravilha da modernidade. Em 5 minutos mistura a massa muito bem, desgrudando tudo das paredes da vasilha da própria batedeira. Depois você amassa na mão por mais 5 minutos. Mas quer saber um segredo...não faz a mínima diferença. Tentei várias vezes dos dois jeitos e o pão ficou igual.


 
Veja como a massa desprende toda das paredes da vasilha...
 A receita do pão francês é simples e ele fica muito bom. Peguei no site do La Cucinetta. Fiz duas vezes e o Robert teve a idéia de um dia comer o pão com a carne moída come vagem que eu tinha feito para o jantar. Ficou ótimo! Só faltou ser servido na bacia de alumínio como nos casamentos do interior de SP. :-) (detalhe, a mesma bacia que se usa para lavar roupa!).

Ficou bem parecido. Melhor que o da Pão Gostoso...
Comemos o pão com carne moída sim mas, palitar os dentes depois jamais!! Para acabar de vez com a minha reputação de pessoa fina, só mesmo o arroto clássico do Robert e da mãe dele! Pode? :/

Ps. Veja este post sobre o costume americano de arrotar na mesa (e fora dela) aqui no site da Lorna.

Ps2. Esta receita de pão italiano é facílima e nem precisa sovar porém, a fermentação é de 18 hs. Eu fiz e ficou uma delícia!


29 comentários:

  1. Só vcê mesmo Renato, para até pão sair fazendo. Pois vou te dizer: ninguem faz pães como os holandeses. No Brasil eu sempre achei que os paezinhos franceses eram horríveis, ou com muito bromato de sódio (a casca fica quebradiça e o interior vazio) ou molinhos meio crus. Pelo menos os que encontrei en Niterói e Rio eram assim. Me adaptei fácil aos pães integrais holandeses, de milhares de variedades, com muitas opções de sementes e grãos. E há dois anos descobri minha nova paixão: baguetes como não existem na França. Eu acho os holandeses extremamente discretos com seu pães, laticínios e patisserie...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah vc precisa conhecer os pães de Sampa...são impagáveis mesmo...

      Excluir
    2. Realmente, como todo pão francês brasileiro, são impagáveis (ou seja, tão ruins que não deveriam ser pagos). Quando estive na Europa não senti absolutamente nenhuma falta da 'grande' culinária brasileira.

      Excluir
    3. Pao Frances em uma boa padaria em Sao Paulo e ate no Rio sao excelentes, nao venham com esse papunho de impagavel, pois sao os melhores paes franceses do mundo. Sobum idiota para fazer esse comentario, em Miami infelizmente ainda nao descobrimos um bom pao frances, a busca continua

      Excluir
  2. Já fiquei com vontade...
    Sabe Ana em SP nessas padarias que eu falei os pães são magníficos. Os melhores pães que eu já comi foram na França.
    Manda uma baguete dessas pelo correio! kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Imagine que eu nunca comia pão no Brasil, só comia se não tivesse algo melhor. Acho que isso acontece porque não gosto d ecafé, sei lá. Ah e o pão francês nunca foi meu escolhido, sempreficava com o pão de leite ou milho. Mas posso falar? Eu morro de saudade do pão francês e para comê-lo, são 3 horas de viagem até atlanta. As vezes a gente compra congelado no publix, mas não é igual não. Fico só imaginando no dia que for visitar você, a minha lista de desejps só aumenta :).

    Ps: Amei o hart attack breakfast e o exú pedreiro, de onde você tira essas expressões?

    ResponderExcluir
  4. Hahah Quando você vier visitar eu vou comprar uma sacola cheia de sanduiches do McDonalds ehehe Brincadeira! Pode fazer a lista!!
    kkkk Da minha mente doentia...ô bychu ruim!
    hehehe

    ResponderExcluir
  5. Compra uma maquina de pão, temos uma em casa, é só jogar os ingredientes dentro e apertar o botão, esperar 3 horas e comer.

    ResponderExcluir
  6. Fabricio
    Aqui tinha uma e eu usei duas vezes. Nos supermercados aqui tem até as misturas já na quantidade certa para pão de leite, integral e vários outros tipos mas sabe de uma coisa? Depois que eu fiz na mão eles nem quiseram mais comer o da máquina. Fica bom mas não tanto quanto o tradicional e, por exemplo, pão francês e paozinhos menores não dá pra fazer na máquina. Porém obrigado pela dica ok?
    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Quando e mesmo que voce vai se mudar pra Massachusetts? E de preferencia nao muito longe da minha casa...
    Que invejinha!!
    Continuo achando que voce deveria ter ido para o "Le Cordon Bleu" ao inves do IADT.
    Tbem gosto das perolas. Essa de "exu padeiro" foi otima. Queria eu que um exu padeiro/cozinheiro baixasse em mim.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Renato, quero te matar! Enquanto eu deveria ter estudado para o Toefl ontem, passei a tarde inteirinha lendo o seu blog!

    Só para constar: quando eu estava na faculdade, no Brasil, trabalhei aí na Disney durante as férias. Que época boa, viu! Escolheu a cidade para morar a dedo! Agora estou preparando a papelada pra fazer um mestrado nos EUA no ano que vem.

    Naquela época (em 2005), uma coisa que me salvava da cozinha eram os congelados, em especial a linha Smartones. É baratinho, gostoso e os nutrientes e calorias são calculados de acordo com a dieta dos Vigilantes do Peso. Pelo menos é o que constava na caixa. Você talvez conheça.

    Gostaria de comentar várias coisas que li aqui, mas ficaria longo e chato. Concordo com muita coisa que disse, em suma.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Thais!
    Vai estudar menina! hehehe
    Eu também estou com esse problema, estou pensando seriamente em deletar meu facebook :-)
    Preciso parar de ficar na internet e estudar mais!!!
    Abração!

    ResponderExcluir
  10. Renato manda um pra mim? Menino eu tentei aqui e olha que sempre fiz pão caseiro, rosca de calabresa, e outras coisitas, mas não consegui fazer aqui de maneira alguma. Vc tem razão, o fermento daqui torna o trabalho difícil.
    Eu tbm sinto falta do pão francês, olha nem sou de comer mortadela, mas estou morrendo de vontade de comer pão francês com manteiga aviação e mortadela fatiada bem fininha e um copão de coca cola bem gelada (nem refrigerante eu tomo, eu acho que a saudade faz isso com a gente).
    Vou tentar a receita que você indicou!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Pipa
    Pode tentar essa receita do pão que dá certo. O pão francês fico ótimo mas lembre-se que fazer pão é difícil mesmo, mas com insistência acaba funcionando depois a gente não quer mais comprar pão no supermecado anymore.
    Use o rapid yeast que funciona. Deixe 5-10 minutos crescendo em água morna/quente com o açúcar até formar a "esponja" e daí acrescente na massa.
    Me conta depois ok?
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Renato, a dica da maquina de fazer pão é boa pela praticidade - mas o pão assado no forno é MUITO melhor, por isso ultimamente estou usando a máquina só para sovar a massa...

    Sobre o pão francês vai uma dica: quando ele estiver começando a corar, abra o forno e dê uma borrifada de água sobre eles. Isso deixa a casca crocante ;-)

    Abraços
    Carlos Mafort

    ResponderExcluir
  13. Oi Carlos!
    É por isso então que o pão fica mais gostoso, por causa do forno. Não tinha pensado nisso. Eu tenho a minha batedeira com gancho que sova a massa que é uma beleza. Estou pensando em comprar uma pra minha mãe porque ela adora fazer pães.
    Vou tentar fazer isso que vc falou! Obrigado pela dica!!!
    Abs

    ResponderExcluir
  14. Você por acaso já viu na padaria do Publix um pão chamado cuban bread? Eu vi uma vez, mas não comprei, só digo que a aparência é igualzinha ao do nosso bom e velho pão francês.

    E como você gosta de cozinha, fica a diga do blog technicolorkitchen.blogspot.com

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Obrigado Thais, vou tentar encontrar esse pão!
    Vou ver o site também!
    Abs!

    ResponderExcluir
  16. Em Moema tem varias padarias com nome Orquídea, alguém sabe o endereço correto?

    ResponderExcluir
  17. Orquídea Chic Pães e Doces
    Al Aicas, 1137 - Indianápolis
    Sao Paulo, 04086-001, Brazil
    11 5041-0332

    ResponderExcluir
  18. Michelle Depenbrock20 de julho de 2011 13:49

    Renato, achei seu blog hoje lendo uns posts seus no Brasil com Z. Cara, eu compro pao frances congelado pra assar aki em Houston. Fica igual fresquinho da padaria... uma delicia. Quer que eu tire uma foto do pacote e mande pra voce tentar encontrar ai em Orlando? Me procura no Facebook (pelo meu nome do comentario) e me add se quiser a foto do produto. Muito melhor que ficar fazendo experiencia em casa... tiro do pacote de manha, coloco no forno e como com uma manteiguinha. Hummm deu fome!

    ResponderExcluir
  19. Adorei a dica Michelle!
    Fico na espera da foto hein!
    kkk
    abs

    ResponderExcluir
  20. ai fiin, vc me mata com estas suas histórias...como eu te conheço muito bem e sei como sãos eus repentes de ruindade eu chorei de rir te visualizando...afee...

    ResponderExcluir
  21. Você explica muito bem , até os erros das decimas tentativas , adorei deu até vontade de fazer pão , gostei do exu padeiro e do heart attack breakfast muito boa Susa tiradas

    ResponderExcluir
  22. VC poderia fazer um video fazendo o pao aqui... tb estou sofrendo aqui nos EUA pra fazer pao ou qualquer receita do Brasil.

    ResponderExcluir
  23. Se tiver a receita no seu pc mande pra mim?!! Nao achei esses videos que vc comentou no youtube.... Meu email e: angela.silva.johnson@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja este video
      https://www.facebook.com/renato.alves.792

      Excluir
    2. https://www.facebook.com/JIDIM.RECEITAS/videos/114228602302175/?pnref=story

      Excluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...