quinta-feira, 19 de abril de 2012

Páscoa nos EUA



            Acredite, buscar inspiração para escrever posts não é uma tarefa fácil. Quando se tem tempo, não se tem inspiração. Quanto se tem inspiração não se tem tempo. E não é que a leitora Simone Silva Nascimento, com uma adorável mensagem na página do blog no facebook me trouxe a ideia de escrever sobre a Páscoa nos EUA. Muitas coisas são parecidas, algumas bem diferentes.

            Sabe, eu tenho em meus gens o DNA tolerância zero e, às vezes, eu desejaria não ter nascido com ele ou que esse gene não tivesse se desenvolvido dentro da minha pessoa. Por exemplo, quando a Louise, que não vai à igreja, nunca fala sobre Deus, não está associada a nenhuma religião, tem uma Bíblia empoeirada na sala (por superstição, porque acha que é bom e etc) causa o maior fuzuê porque na sexta-feira santa, dia do nosso resturante, não pode comer carne (e o filho não come peixes), o meu DNA tolerância zero fica entalado na minha garganta porque, como eu sou uma pessoa fina, não falaria nada que soasse desrespeitoso. Mas fala a verdade, é fácil ser cristão, quando sua única obrigação é não comer carne na sexta feira santa. Por outro lado, Louise é um exemplo de cidadã. 

        Algumas perguntas investigatórias revelam que nem ela, Robert, Jimmy ou os outros familiares sabem nada a respeito da Páscoa. Porque é realizada, a diferença entre Easter e Passover, qual o siginificado do ovo da Páscoa (porque afinal coelho não bota ovos, ainda mais de chocolates :/), o por quê do coelho e por aí vai. Quem quer saber o real significado dessas coisas, pode usar o pai Google.

            Não muito diferente dos brasileiros, os americanos também reúnem a família na Páscoa para um almoço especial com pratos típicos. Disso eu gosto. Reunião da família e pratos típicos. Embora assim como no Brasil, família é família. Os comentários no carro depois do almoço eram “Nossa você viu como o fulano tá magro, será que ele tá doente?”, “Que roupa é aquela que a fulana apareceu?”, “O presunto estava muito salgado e os bisquets, ela devia ter comprado da marca tal”. E eu por dentro rio sem parar porque família é família em qualquer lugar do planeta. Como diziam os Titans “Cachorro, gato, galinha, família, família...janta junto todo dia e nunca perde essa mania.”

Mesa bonita de Páscoa

            Outra coisa diferente é com relação ao ovo. Nas escolas, os alunos (pequenos) participam jogos de caça aos ovos de páscoa que dificilmente aqui são de chocolates. São ovos de verdade pintados à mão e escondidos em cestinhas (que as crianças pensam que os coelhos que botaram...e ainda dentro da cesta, com fitinhas...inocência é tudo não acha?). Existem ovos de chocolates, mas são pequenos e difíceis de encontrar. O supermercado não fica abarrotado do chão ao teto com os ovos de Páscoa, como no Brasil. Tem sim, decorações e cestinhas para vender, prontas para deixar o almoço de família mais bonito.




Cestinhas e outras decorações podem ser compradas no
supermercado
            A família americana ficou impressionadíssima com o Ovo de Páscoa que amigos brasileiros de férias em Orlando trouxeram para mim. Embora fosse um ovo médio, eles acharam gigantesco e lindo. Gostaria muito que eles vissem um ovo realmente grande. Eu ganhei um, Robert outro e a Louise ganhou uma colomba Pascal da Ofner que ela levou no almoço do Domingo na casa da irmã. A Colomba foi a sensação do almoço. Ano passado eu comprei uma no supermercado brasileiro de Orlando e não recomendo. Tanto o panettone como a colomba Pascal estavam secos como se tivessem cruzado o deserto do Arizona, horrível...e caro, muito caro.

            Algumas coisas dá vontade de comer. Por exemplo, eu gosto de chocotone Bauduco no café da manhã com café com leite. Mas pagar 10 dólares por um panettone de 200gr seco é uma afronta. Parece que alguns brasileiros deixam o Brasil, mas não perdem a mania da exploração. Detalhe, quem trabalha lá ganha salário mínimo americano. Talves seja por isso que eles maltratam os clientes. Uma maneira de descontar no patrão. E como de mazoquista eu não tenho nada, mal atendimento e preços altos estão fora da lista de autopunição.

   Segue abaixo, fotos extraídas do site do www.foodnetwork.com sobre as receitas típicas de Páscoa aqui nos EUA. No almoço de domingo, tivemos presunto, os bisquets, os devil eggs (que eu adoro), vagens e cassarola de batatas. Embora tudo tenha sido comprado, montado, assado e colocado sobre à mesa, no estilo simplicidade e rapidez americanos, tudo estava uma delícia. 

Os Appatizers (abridores de apetite ou entradas)


Devil Eggs!! Veja que existem pratos especiais para servir
estes deliciosos ovos


          

Entrees (pratos principais)



Os deliciosos bisquets

Torta folhada de ricota e nozes




Cassarolas de batata e queijo



Agoras as desserts (pronuncia-se dãzêrt... e não dézert como já ouvi alguns brasileiros falarem. Dézert é deserto!! kkk)


Torta de morango






28 comentários:

  1. Huuuummmm !!! Que delícia Renato ! Deu até fome agora sabia ? Espero que sua páscoa tenha sido maravilhosa ! Bj 'procê' Lana

    ResponderExcluir
  2. OMG!!!! Cada foto maravilhosa que vc achou!!! Essa torta de ricota e nozes me interessou!!!
    Renato, figuraça, você alegra meus dias com seus posts!!! Hoje eu tava precisando!!! Super beijo
    Simone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone
      pega a receita lá no foodnetwork na seção "easter recepies"
      Bjs

      Excluir
  3. Estávamos realmente discutindo aqui no trabalho sobre isso, um dizia que nos EUA não tinha sexta - feira santa, eu achava que sim, outro dizia q era comemoração do Brasil só p/ ter mais um feriado no calendário rss... Ótimo vc ter esclarecido nossa dúvida, valeu!
    E essas comidinhas hein... hummmmmmmm...
    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  4. Simone Nascimento19 de abril de 2012 15:42

    Exultante de felicidade com sua nova postagem, Renato! Muitíssimo obrigada pelas valiosas e curiosas informações sobre a Páscoa nos EUA. Seu blog virou meu livro de cabeceira e muitos amigos meus o tem visitado, daí nós conversamos sobre os diversos posts que você escreveu, e nos divertimos e nos surpreendemos com as diferenças culturais, e a maneira como você narra tudo. Um forte abraço, mais uma vez, obrigada. Excelente sexta-feira!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado a todos pelos comentários no post "atrasado" sobre a Páscoa.
    Sim, tem sexta feira santa. Chama-se "good friday" e não se come carne também (acho que entre os católicos).
    Obrigado Simone pela dica do post.
    abs a todos

    ResponderExcluir
  6. Morri com a cara das comidas! E quase consegui sentir o cheiro.

    So tem uma coisa que voce esqueceu, sabe a caça aos ovos feito para as criancas? Na verdade, os ovos sao de plastico e dentro deles tem um monte de doces e chocolate :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal!
      Mas sabe que na escola onde fiz o projeto, os ovos eram de verdade...cozidos hehehe
      Bjs

      Excluir
  7. Suzani Somensi de Matos20 de abril de 2012 11:46

    Olá Renato, faz um bom tempo que acompanho seu blog, acho seus post's incriveis. Este em especial me deu agua na boca....hummm....
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Suzani, dá mesmo não?
      Sabe que mesmo comprado no supermercado essas comidas são uma delícia e vc pode comprar fresco, preparado no dia mesmo no supermercado para o almoço de Páscoa. Pode até encomendar o almoço inteiro e ir buscar uma hora antes do almoço :)

      Excluir
  8. Oi Renato, muito show seus posts, enriquecedores em detalhes. Muito elucidativos, tens uma escrita bem técnica que nos deixa bem a vontade p sempre retornar por aqui! Escreva sempre, gosto muito de ler sobre culturas diferentes.

    ResponderExcluir
  9. Oi Renato, como sempre muito divertido o seu ponto de vista porém não ficou muito claro o que acionou o seu alarme de tolerância zero.Explica melhor...abraço, Marcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcio
      hehehe
      Acontece que meu gene tolerância zero não tolera quando as pessoas fazem as coisas só por tradição sem ao menos se questionar a respeito. Depois tem a confusão que um não come peixe, o outro não come carne, pizza só se for de queijo e tudo isso sem sequer pertencer a religião. Eu posso com isso??
      kkkkk
      Abração

      Excluir
  10. Oi Renato!
    Mesmo nao deixando comentarios nao deixo de ler teu blog.
    eu tambem tive uma experiencia , no ano passado quando comprei um Panettone em Sarassota. Foi caro e estava tao ruim que simplesmente nao comemos. Bom fim de semana
    abraco. Sempre dou boas risadas com teu post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cinara!
      Que coisa né?
      Bom final de semana pra vc também!
      Abs

      Excluir
  11. Renato, a Páscoa é bem animada por aí, não pensei que fosse tanto, e essas sobremesas estão divinas, massa folheada com ricota e nozes deve ser o ÓH de boa!

    ResponderExcluir
  12. Olá Renato, feliz pascoa atrasada.
    Quando leio seu blog parece que estou lendo o diario de uma pessoa que mora em outro planeta, tomara que um dia eu possa passar pela mesma experiencia.
    Uma curiosidade, voce citou o salario minimo americano, qual seria o valor deste?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um post chamado Comparação custo de vida Brasil x EUA. Coloca na caixa de busca que vc acha. É interessante.
      O salário mínimo aqui é de 7.75 a hora. Se trabalhar 220 horas como eu trabalhava no brasil dá 1700 aproximadamente.
      Que diferença né? :(
      Abs

      Excluir
  13. Pois é, Renato... Acho que todos devemos concordar que o cristianismo foi um pilar importante na formação e na cultura dos Estados Unidos. Mas, como o seu texto demonstra, esse pilar está se tornando cada vez mais frágil. Se a gente imaginar uma linha horizontal representando o cristianismo nos EUA, veremos um constante declínio com o passar do tempo. Porém, se imaginarmos mais duas linhas horizontais, uma representando o inchaço do governo (o que significa uma caminhada rumo à esquerda) e a outra representando a decadência em todos os níveis que vemos (a "brasilinização" do país), se fizermos esse exercício de raciocínio, veremos que o declínio da linha do cristianismo é diretamente proporcional ao crescimento das outras duas. Será uma coincidência? Pergunta filosófica do dia hehehe...

    ***
    Pô, chegou mais um anônimo no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimousss
      Acredito que não seja coincidência e que isso deva acontecer em vários países. No entanto acho que não é o único fator. Mas a pergunta é: Por que então um país como o Brasil onde as igrejas evangélicas (que são cristãs) têm crescimento fenomenal, o país piora no quesito violência, etc?
      Por isso que acho que existem muitos fatores que contribuem para o crescimento das suas duas linhas horizontais imaginárias.
      Abs

      Excluir
  14. Me interessei pelo bolo com uma cobertura branca, seria carrot cake com cream cheese?? qual livro americano pega essa receita?? obrigada

    ResponderExcluir
  15. Olá Renato, me chamo Rakel, quero te parabenizar pelo blog, é muito interessante e informativo, porém, a cereja do bolo é o seu bom humor, crítico ou muleke, eu não resisto a uma piada, fico grata pelas postagens, pensei que eu já tivesse pensado em tudo quando penso em viver aí,(nossa, quanto penso)rsrs, mas você postou coisas importantes a serem levadas em consideração para adaptar-se melhor na terra do TIO SAM.Ai que tudo meu Deus!Civilidade para bons cidadãos!
    Eu conto as horas pra estar pra sempre em terras onde as coisas funcionam em ordem, afinal de contas, civilidade, atitude e consciêcia humana, se refletem na sociedade, política e em todos os demais âmbitos de qualquer nação, e na AMÉRICA, isso não é um sonho, é real.Com certeza você contribuiu em muitas coisas pra que isso não se torne um pesadelo, MUITÍSSIMO OBRIGADO!!!
    Olha só, estou pensando em fazer um blog, tenho muitas boas idéias, porém gosto muito do seu, derrepente, se você se interessar, podemos negociar uma parceria no seu blog,óbvio que no escuro soa como um risco, mas se estiver aberto a novidades é só dá sinal positivo e eu entro em contato,OK?
    UM abraço e até breve....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Raquel
      Obrigado pela mensagem! Olha, quando a gente pensa em escrever um blog ou fazer algo realmente direito não tem idéia do buraco em que está se metendo. Pense bem, porque é um caminho sem volta, principalmente se vc não é uma quitter assim como eu :)
      Vou pensar na parceria ok?
      Abração

      Excluir
  16. I KNOW, I KNOW!!!
    But i have free time and talent!!!

    BJS, RAKEL!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi Renato deixa eu te explicar uma coisa para vc, se me permeite?!
    A eu não sei se vc sabe, mas a respeito da semana santa que os católicos não comem carne, bom eu sou evangélica, mas nasci na igreja católica e minha família é católica então eu conheço os rituais do catolicismo.Então, os americanos, foram colonizados no evangelho, ou seja nas igrejas evangélicas.
    Embora eu sei que hoje em dia poucos são mesmo, mas eles tem como base a doutrina evangélica e não o catolicismo como é aqui no Brasil.Vc pode perceber!!! Então realmente eles muitas coisas não vão entender mesmo.Não estou aqui entrando em discusão religiosa, mas só um esclarecimento.Obrigada e fique com Deus.

    ResponderExcluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...