sábado, 16 de novembro de 2013

Como se Tornar Corretor de Imóveis nos EUA



            Eu não tenho o  número exato, mas deve ser por volta de 50 emails que eu recebi desde que comecei a escrever o blog perguntando como se tornar um corretor de imóveis nos EUA. Não basta ser um corretor de imóveis no Brasil que já é possível ser um corretor na Flórida. Eu vou contar a minha experiência, porque agora eu sou corretor em Orlando (além de designer).

            O site do DBPR (Department of Business Professional Regulation) é o lugar para se começar, se alguém deseja trabalhar em uma profissão específica nos EUA. Quase todas as profissões que envolvem o público, precisam de licença nos EUA. Por exemplo, um "contractor" (empreiteiro), tem que comprovar 4 anos de trabalho com um empreiteiro licenciado, fazer o curso obrigatório (para aprender as leis, códigos e normas nos EUA) e prestar o exame. 

Site do DBPR

            No site do DBPR existe o link para aplicar para licença de corretor de imóveis. 

Quais são os requisitos? Vamos lá:    

1- Ter SSN (Social Security Number), que seria o CPF dos EUA. Não precisa ser cidadão americano, o SSN é suficiente, mas tem que ter um endereço e viver na Flórida. Hoje só se consegue o SSN casando com cidadão americano (ou com alguém que tenha Green Card, fazendo faculdade nos EUA, ser contratado "do Brasil" para vir como trabalhardor estrangeiro, abrindo uma empresa nos EUA ou investindo 500 mil dólares em um negócio americano. Se a pessoa não se encaixa em nenhuma destas, será muito difícil ou quase impossível conseguir um SSN. A profissão de Corretor de imóveis não consta da lista de profissões que podem adquirir um Sponsor nos EUA, pois não é uma profissão que exija Bacharel.

2- Completar 63 horas obrigatórias de curso em qualquer das escolas credenciadas. Eu fiz o curso na Climer School e foi o inferno na Terra. Aula das 8 às 18, com uma hora de almoço, e o dia inteiro falando de leis durante 6 dias consecutivos. O livro que estudamos em 6 dias tem 500 páginas. O curso custou 220 dólares + 65 dólares para o FBI investigar minhas digitais.

Livro de 500 páginas preparatório para o exame

3- Passar no exame da escola com nota mínima de 70 (em uma prova de 100 questões). Quer saber minha nota? Eu tirei 71 o que foi uma surpresa porque eu achei "que tinha ido muito bem!"

4- Ser aprovado pelo DBPR para fazer a prova estadual. O DBPR e o FBI investigam os antecedentes da pessoa. Se a pessoa teve qualquer envolvimento em qualquer tipo de fraude, mesmo que tenha sido há 40 anos, a petição vai ser negada. Se a pessoa foi condenada por assassinato, cumpriu pena e saiu, isso pode. Mas ter se envolvido em fraude não... (pode isso?)

5- Agendar e passar no exame estadual. Uma vez aprovado, pode-se agendar a prova onde somente 40% dos que prestam passam a primeira vez. A prova custa 31.50 e é feita no computador. Tem que levar o certificado e prova que passou no teste do curso de 63 horas. A prova é composta de 100 questões no computador. Você só entra com a roupa do corpo e a nota de corte é 75. 74, bombou já era...tem que agendar, pagar e fazer novamente.

6- Ser registrado por um Broker. Uma vez que que alguém passou no curso, a licença chega pelo correio. Daí é preciso que se tenha um "broker" que registre a licença junto ao DBPR. A licença passa de inativa para ativa, somente após o registro do broker. Daí, pode-se começar a trabalhar.

            Mas o que é um Broker? Broker é a única pessoa que pode ter uma imobiliária nos EUA. E como se faz para ser um Broker? É preciso ter a licença de corretor por 2 anos, frequentar um curso de 2 semanas, passar na prova do curso, agendar a prova estadual e passar na prova estadual para Brokers. Uma vez Broker, a pessoa pode ter corretores registrados debaixo da sua licença e ganhar comissão das vendas deles, mas também é responsável por qualquer coisa de errado que os corretores fizerem. Mesmo durante o curso eu recebi telefonemas e cartas de imobiliárias nos EUA. Acontece que a lista de novos aplicantes para a prova estadual com telefone, etc pode ser acessada pelos brokers.

            Renato, entendi. Então como eu faço pra ter um SSN? Além do que eu já falei acima, informações adicionais podem ser conseguidas aqui neste post. O site da Seguridade Social nos EUA diz quem pode e quem não pode ter o SSN. 



           A escola onde eu fiz o curso. Mudou de dono e não recomendo. O curso de broker que eu fiz ano passado, fiz na Cameron Academy e gostei bastante. 

Escola onde fiz o curso com mais 54 pessoas.

            O curso terminou, eu passei na prova da escola agora tinha que agendar online a minha prova estadual. A matemática pra mim não é difícil (pra quem não sabe fui professor de matemática por 13 anos), mas os problemas eram atrelados à números de impostos atrelados novamente a leis diferentes. Então não era só questão de matemática, mas também lembrar que lei que se aplicava e qual taxa de impostos, etc. No dia anterior à prova estudei das 2 da tarde às 2 da manhã e me danei pro centro de exames fazer a prova estadual onde somente 40% passam na primeira vez.

              Graças a Deus deu tudo certo e eu passei no exame estadual.

Minha licença!!!!!!!!

            Recebi depois de duas semanas a minha licença de corretor de imóveis nos EUA. Agora eu posso trabalhar como corretor, receber comissões, etc. E na mesma semana eu comecei a trabalhar. Até agora tudo tem dado muito certo. Estou trabalhando com 27 clientes que eu adquiri em 3 semanas de trabalho (e trabalhando como designer também!). Nunca imaginei que havia tantos brasileiros interessados em adquirir um imóvel na Flórida! O estudo ajudou muito e confesso que sem ele não daria para atuar como corretor nos EUA. É bem complexo e envolve muitas coisas, principalmente a ética e o que se diz ao cliente. Agora quero contar algumas curiosidades que aprendi no curso:

Alguns ditados americanos que eles falaram:

"Mind your own business, you'll be busy all the time" Tome conta da sua vida, você estará ocupado o tempo todo.

"If you pay in advance they forget your address" Se pagar adiantado eles esquecem seu endereço.

"A bird in the hand is worth two in the bush" Um pássaro nas mãos vale dois nos arbustos (É melhor um na mão que dois voando - esse é a nossa versão)

"Bear budget and champain taste" Orçamento de cerveja e gosto de champanhe. (minha mãe dizia: Come frango e arrota perú. Mas eu acho que é diferente. Nesse caso a pessoa come o frango e diz que vive de peru. No ditado americano, a pessoa tem um orçamento de cerveja, mas na hora de comprar coisas, só gosta mesmo é de champanhe.
Gosta das casas de 1 milhão, mas só pode comprar as de 200 mil. Aliás, esse sou eu...

"Keep up with the Joneses" Acompanhe os Joneses (refere-se a acompanhar as concecuções do vizinho, no caso os Joneses. Se eles compram um carro novo, você também deve comprar. Esse ditado tem até na wikipedia!)

"Every seller thinks his house worths more than everybody else's" Todo vendedor pensa que sua casa vale mais que todas as outras. (pra pensar não é?!)

Curiosidades:

- De acordo com o Civil Rights Act de 1866 e de 1968 é proibido para um corretor mencionar ao cliente que um certo bairro é composto de minorias protegidas pela lei americana (raça, cor, religião, sexo, nacionalidade) e é proibido também negar alugar sua casa para os citados acima e também a pessoas com necessidades especiais, status de família (se o casal não é casado, por ex) ou orientação sexual.

- Jones x Mayer foi um caso que chegou à suprema corte americana em 1965. O Sr. Mayer se recusou a vender uma casa ao casal Jones por estes se tratarem de afro-americanos. Baseado neste caso foi que saiu o Civil Rights Act de 1968.

- Um corretor, por lei, tem que romper o contrato imediatamente com um cliente que peça para comprar uma casa em um bairro "só de americanos brancos" ou "só de brasileiros" ou "um bairro não hispânico" ou "um bairro que não seja afro-americano", ou seja, qualquer citação referente à raça, cor, religião, sexo, etc...

- 1000 dólares de prestação de carro é considerado pelos americanos "uma loucura"! Algo inimaginável... (meu último carro no Brasil a prestação era 1640?!)

- 51% do IPTU das residências de um bairro vai diretamente para as escolas do bairro. Por esse motivo, quanto melhor o bairro, melhor as escolas.

- Tudo o que é vendido em Downtown Disney em Orlando, 43% tem que ser pago à Disney World! (não adimira os preços então, certo?)

- Nos EUA, imóveis financiados é obrigatório a compra de um "tile insurance" (seguro de escritura). Se algo acontecer no futuro, como por exemplo, o vendedor tinha uma dívida com o governo e a casa não podia ser vendida, o comprador recebe, do seguro, o valor que pagou pela casa corrigido no mercado imobiliário.

- O vizinho tem direito, por lei, de comer os frutos da árvore do seu quintal, mas cujos frutos caem no quintal dele (caso a árvore atravesse a cerca divisória).

- Se alguém mudar a cerca divisória de lugar e você não reclamar por 7 anos, a parte do terreno que era sua, passa por lei a ser de direito da pessoa que mudou a cerca.

- Se alguém provar que cruza uma propriedade pelos últimos 20 anos para cortar caminho, o proprietário da propriedade não pode impedir que as pessoas continuem usando o caminho. E se alguém se machucar dentro dessa propriedade por descuido do caminho, o culpado é o proprietário! E este pode ser processado por isso!

- Um vendedor pode colocar uma "contengency fee" (uma cláusula) "estúpida" em qualquer contrato de venda. Por exemplo "não é permitida jamais que se pinte a casa de vermelho" ou "a casa não poderá jamais ser demolida" ou "certa árvore jamais poderá ser cortada" ou seja, o que a pessoa quiser. É por isso que ao comprar um imóvel, uma Tile Company (empresa especializada em examinar escrituras) tem que certificar que não há esse tipo de cláusulas na escritura ou se houver, que essa cláusula não representa um problema para o comprador.

- Qualquer pessoa que executou um trabalho em um imóvel e não recebeu o dinheiro do proprietário (sofreu CALOTE) pode colocar uma "lien" na escritura do imóvel no valor do serviço. Uma vez que essa propriedade for vendida, para a escritura ser transferida, é preciso pagar o credor. E se o credor morreu ou desapareceu o problema é do proprietário!

- As casas de 120 anos de idade do centro histórico de Orlando (do ladinho aqui de casa) têm escritura de 600 páginas!

- Devido a trabalho de lobistas dos hotéis, a cidade de Orlando conseguiu proibir a locação de imóveis para temporadas na cidade. Só é permitido a locação de longo prazo. Locações para férias só é permitido nos arredores de Orlando e dos parques temáticos.

- Trabalhar como corretor sem ter licença é crime de 1 grau com multa de 5 mil dólares e prisão por 5 anos. 

- Dar qualquer comissão, presente ou o que quer que seja (pode ser até mesmo levar pra jantar) para alguém que indicou um cliente é proibido por lei e o corretor pode ter a licença suspensa ou até mesmo perder a licença.

Se quiser adquirir um imóvel em Orlando e região fale comigo. Será um prazer ajudar


rs_alves@hotmail.com


domingo, 3 de novembro de 2013

A Comunidade Amish



            A primeira vez que eu ouvi falar da comunidade Amish foi no seriado (em desenho animado) "The Family Guy". No episódeo que eu assisti a filha da família se apaixona por um rapaz Amish e uma guerra entre a família do rapaz e a família "americana" começa para impedir a união dos jovens de mundos diferentes. Eu até perguntei pra minha família americana "isso existe mesmo?" e eles disseram que sim.

The family guy

            Ontem à noite, assistindo ao canal DIY (do it yourself), o Vanila Ice, que agora trabalha reformando residências, passa um tempo em uma comunidade Amish em Ohio. O episódeo foi muito interessante e foi a primeira vez que eu vi os Amish na TV, pelo fato de que, ser filmado ou fotografado, é contra as regras da comunidade.

Vanila Ice com a família Amish

            Os Amish imigraram da Europa há quase 300 anos atrás. Eles vivem de maneira simples, totalmente tradicional e rejeitam a maioria das modernidades como eletricidade, TV, internet e automóveis. As casas não possuem luz elétrica, nenhum tipo de eletrodoméstico, pode imaginar? Eles esquentam a água para o banho, cozinham comida fresca todos os dias. Os homens trabalham na lavoura ou no comércio e as mulheres cuidam da casa e criam os filhos. No domingo, nenhum trabalho é permitido, somente trabalhos espirituais, ir à igreja e passar tempo com a família.




            O casamento só é permitido dentro da comunidade, o que explica, em parte o alto índice de problemas genéticos. O fato de toda a comunidade pertencer basicamente às mesmas origens, criou os defeitos genéticos, sendo o maior deles, o nanismo. Hoje, nos EUA, existem por volta, um milhão de Amish.

            Outro fato interessante é que, assim como alguns crentes no Brasil, os Amishs se vestem de maneira humilde, usando basicamente algumas cores como preto, cinza, azul, verde e branco. As roupas cobrem a maior parte do corpo, mesmo que eles estejam trabalhando na lavoura ou na praia! Os homens, assim que se casam são obrigados a deixar a barba crescer e não usar bigode.




A barba indica que o homem é casado

            O "automóvel" típico de uma família Amish é o Buggy. Uma carroça/carroagem puxada por um cavalo. No episódeo do Vanila Ice, ele ganha um Buggy em uma aposta e transforma o interior da carroça em um night clube theme. Uma espécie de "gangster buggy".





            A educação secular do Amish termina à idade de 13-14 anos. Eles estudam em escolas Amish ou mesmo em casa com a mãe. Depois disso os meninos vão trabalhar com o pai e as meninas ficam com a mãe esperando o casamento. A língua materna é o alemão e o inglês é a segunda língua.

            Outro fato interessante que descobri a respeito dos Amish é que o índice de doenças (com exeção das genéticas) é menor na comunidade. Alcool e tabaco é quase inexistente entre eles. O índice de câncer também é menor, comparado com a média americana.

            Como em todo tipo de comunidade desse tipo, há os totalmente radicais e há os mais liberais. No vídeo que eu recomendo assistir sobre uma família Amish, mostra bem isso. Embora os Amishes não se deixem ser filmados ou fotografados, essa família permitiu a filmagem e, assistindo ao vídeo, dá pra ver que eles não têm eletricidade, mas possuem algum tipo de tecnologia. Os rebeldes são excomungados e não é permitido convívio com eles, mesmos que sejam parentes. Soa familiar?

A comunidade constroe suas casas e igrejas. Eles são considerados como
sendo um povo muito trabalhador


Quase tudo que consomem é produzido por eles mesmos

            Eu fico me perguntando até que ponto esse tipo de vida é saudável ou não. É óbvio que essas crianças terão uma estrutura maior em termos de família do que crianças deixadas à frente da TV ou brincando com seus vídeo games violentos, celulares e internet. Um pouco parecido com a infância que eu tive o privilégio de ter no interior de São Paulo. Brincavamos com as coisas da natureza, quase nunca assistíamos TV, inventavamos brinquedos e brincadeiras e minha mãe cozinhava tudo fresco, inclusive pão. Tínhamos uma horta e nossa salada e alguns legumes vinham dela. Eu vejo uma grande diferença na maneira em que fui criado e na maneira como meus sobrinhos são. Não que eu tenha alguma crítica a respeito, mas é uma geração totalmente voltada para a tecnologia onde a interação com outras crianças e o contato com a natureza é mínimo. Mas como fazer diferente morando em São Paulo?


            Por outro lado, qualquer radicalismo é também prejudicial, na minha humilde opinião. Se os Amish prezam tanto o tempo com a família, uma máquina de lavar e uma lava louças e aspirador de pó fariam a mãe ter mais tempo para os filhos não concorda? No final das contas, eu agradeço a Deus pela diversidade e enquanto alguém esteja feliz no seu modo de vida, isso é o que importa. A menos que faça mal a si próprio e ao próximo. Porque anular-se para fazer a vontade de outros e viver em negação dá câncer...

Há material de sobra disponível para a pesquisa. Livros, filmes, documentários, etc

Esse vídeo é excelente. Mostra uma família Amish em conflito com as regras restritas da igreja


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...