domingo, 4 de maio de 2014

Imóveis nos EUA e Esclarecimentos

   
            Na semana passada eu publiquei, como de costume, um post na página do blog no Facebook. Era a respeito de uma casa à venda em Winter Garden pela contrutora Taylor Morrison. Eu já tinha ouvido falar de páginas do Facebook ou mesmo posts que "went viral" (espalhou-se como vírus), mas isso nunca tinha acontecido comigo até que, inocentemente, publiquei este post com as fotos da casa. Conclusão: O post "went viral".

            Até o momento, o post foi visto por 145 mil pessoas, teve 1.800 curtidas, 326 compartilhamentos e 301 comentários. Por causa dele, as curtidas na página foram de 4.200 para 5.375 e apenas dois dias. Se você não viu, aqui vai o link para o post sobre a casa.

            Lendo os 306 comentários, notei que algumas pessoas que não entenderam o sentido do post e, como de costume, outras ainda lançaram ofensas e xingamentos. Por isso quero esclarecer algumas coisas. Vamos lá?


A Casa - Bishop Model by Taylor Morrison

            A casa situa-se no condomínio recém formado chamado Overlook at Hamlin em Winter Garden (que não é um bairro de Orlando e sim uma pequena cidade que faz parte da Grande Orlando). Winter Garden era, e ainda é uma área de muitas fazendas de laranja. As famosas laranjas da Flórida. Recentemente, condomínios estão sendo construídos e quem tem o sonho de viver no estilo de "Desperate Housewives" no subúrbio, vai para lá e por quê? Por que pode-se comprar casas maiores, muito bem feitas e com maior terreno onde pode-se contruir uma piscina. Além da vatagem de não haver trânsito, sujeira ou mesmo poluição.

Ilustração do condomínio depois de terminado


            A Taylor Morrison, construtora desta casa, não é a única empresa que está investindo em condomínios em Winter Garden (30 min do centro de Orlando). Outras como a Lennar, Meritage, Ryland e Beazer estão fazendo o mesmo e com muito sucesso. As casas vêm com todos os eletrodomésticos e gabinetes de cozinha e banheiro. As casas não vêm com móveis e detalhes arquitetônicos como as casas modelo. Isso quem tem que fazer é o comprador.

            As casas são feitas de bloco de concreto no andar térreo e fechamento em madeira no segundo andar. Alguns disseram: Vem um Tsunami e leva tudo embora (sem comentários). Outros disseram que um Furacão leva embora também.

            Embora os desastres naturais aconteçam no mundo inteiro, nos EUA há sim tornados, furacões e terremotos. Em Orlando, em 2004, a cidade recebeu 3 furacões que passaram em um intervalo de 4 semanas. Neste exato momento eu estou digitando de dentro de uma casa construída nos anos 60 em Orlando que suportou não somente estes furacões, mas todos os outros da história de Orlando desde 1960, no total 33 furacões. Os prédios de apartamentos da cidade inteira (estes sim feitos de madeira completamente) de 4 andares ainda estão nos respectivos lugares. Outros 99% de todas as construções da cidade também e como pode isso? Porque para a construção ser aprovada e receber as licenças, a construtora tem que mostrar que estas construções são resistentes à furacões categoria 5.

Essas residências do centro histórico de Orlando têm mais de 100 anos.
São totalmente feitas de madeira e resistiram a todos os furacões
que passaram pela cidade em um século.
            Mesmo no caso de uma residência ser severamente danificada por um furacão, o seguro contra furacões (obrigatório para financiamentos) cobre o prejuízo. Se a casa estiver em uma área de muito risco, há um sistema de evacuação das áreas 1 semana antes mesmo do furacão tocas as praias da costa leste ou oeste. Sim, aqui com 15 dias de antecedência, avisos são dados e no caso de uma tempestade desta magnitude se formar no oceano e vir em nossa direção, o aviso vem com semanas de antecedência e a população se prepara ou evacua.

            Do jeito que você fala Renato, parece que tudo aí é perfeito. Longe disso! Veja o caso do Katrina em Nova Orleans. Até hoje há bairros que estão totalmente desolados e casas destruídas e por quê? Porque as pessoas que viviam nessas residências não se preocuparam em fazer seguro ou mesmo não tinham dinheiro suficiente para o mesmo. É uma situação complexa, vale ir na internet e ler tudo a respeito para tirar suas próprias conclusões. Mas você deve concordar comigo que quem comprar uma casa como essas não a deixará sem seguro, certo?

            Esta casa possui quase 500 metros quadrados, 6 quartos, 6 banheiros, piscina aquecida, cozinha externa e garagem para três carros. O preço básico sem upgrades e sem mobília e decoração é de USD 508,495.00. O Preço que eu coloquei de 599 mil dólares inclui o preço do Lote Premium em frente a um lago.






















A questão da Conversão

            Muitas pessoas não entendem que quando comparamos poder de compra entre países não podemos fazer conversões. Alguns sabem disso e postaram nos comentários "Não pode fazer conversão!", mas muitos diziam: "599 mil dólares não são 599 mil reais!" (como se eu não soubesse...) ou "500 mil dólares são mais de 1.200.000.00 mil reais! Com esse dinheiro dá pra comprar uma casa igual no Brasil".

            Embora eu discorde da última frase pois, como corretor de imóveis nos EUA e tendo vivido 40 anos da minha existência no Brasil, sei que atualmente com 1 milhão e duzentos mil reais não se compra uma casa desta no Brasil. É só olhar na internet ou mesmo nos comentários do próprio post e ver o que as pessoas colocaram que se compra em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo com este valor.

            A realidade é completamente diferente e vamos explicar: Aqui, no momento, estamos saindo de uma crise imobiliária que já recuperou por volta de 50% das perdas desde 2008. Por este motivo esta casa ATUALMENTE custa o que custa. Alguns acham que os valores de 2006 ou 2007 nunca serão novamente atingidos pois os americanos aprenderam a lição e não deixarão uma bolha novamente atingir o país. Mas há os otimistas que acreditam que em 10 anos os valores até mesmo ultrapassarão os de 2007. Se for assim, esta casa nova, custará por volta de 1 milhão de dólares. De qualquer maneira, aqui em Orlando, as casas custam muito menos por metro quadrado do que em qualquer cidade do mesmo tamanho do Brasil - fato.

            E a minha prolixidade vem à tona todo o momento. Voltando... (foco Renato!) Porque não se pode converter? Imagine que vamos compara o Quilo de carne Brasil x EUA. Uma vez uma pessoa comentou no Facebook: "Veja o preço da carne nos EUA. É quase 32 reais o kg!! O custo de vida é caríssimo nos EUA!!" Claro que ele estava falando do valor de 11 dólares o kg, multiplicados por R$ 2.90 (na época). Mas aqui ninguém paga carne em Reais. As pessoas trabalham, recebem o dinheiro em dólar e compram em dólar. Então 11 dólares aqui deveriam ser comparados ao preço da carne pela moeda UNITÁRIA e não convertida no Brasil ou em quaquer lugar do mundo. O mesmo raciocínio vale para a casa. Uma medida mais correta para ver o poder de compra seria saber quantos salários mínimos nos EUA essa casa equivale e quantos no Brasil. Nos EUA custa por volta de 400 salários mínimos. R$ 599 mil reais no Brasil são 922 salários mínimos. Fora o fato de que, com 599 mil reais não se compra, atualmente, uma casa do mesmo tamanho e com os mesmos detalhes e construção como a/c e aquecimento central, piscina aquecida e de frente para um lago.

            O meu objetivo em comparar os preços das casas no Facebook foi o de ver o 599 mil (independente de dólar ou real) pode comprar aqui em relação ao Brasil. Em momento algum eu quis "escraxar" com o Brasil como disseram alguns. Ainda me chamaram de "idiota"? Eu sei que existe um apego emocional ao país (Brasil) e as pessoas ficam ofendidas com qualquer comentário negativo sobre a Pátria Amada. Mas o fato é, no meu comentário você não vê críticas. Foi puramente uma observação matemática de um corretor/designer de imóveis brasileiro vivendo nos EUA. No entanto, alguns mostram a falta de educação xingando alguém que nem mesmo conhecem. Uma coisa é fato e não precisa ser inteligente para sabee: Nosso país não oferece condições da classe média, média baixa ou pobre de viver "bem". Olhe os preços das coisas e os impostos que pagamos e verá que eu só estou relatanto um fato. Não tome as dores pelo Brasil porque o governo, os políticos corruptos, os empresários gananciosos, os criminosos, os ladrões e a polícia não tomarão as suas dores quando precisar.



            Tendo dito isso, tendo explicado direito a comparação quero novamente agradecer aos mais de 1000 novos participantes da página do Facebook e convido a todos a ler os posts do blog. Eu sou um sujeito do bem, honesto, trabalhador, que ama os animais (e briga por eles) e que ajuda a quem pode. Vim para os EUA atrás de melhores oportunidades e qualidade de vida. Principalmente fugindo da poluição e violência de São Paulo. No começo do blog, tinha muita mágoa da Pátria amada por vários motivos. Pastei aqui no começo, como todo imigrante sem muito dinheiro. Fiz limpeza, trabalhei de motorista, carregador, guia, pintor, etc para poder me sustentar na faculdade aqui. Me formei, consegui emprego, documentos, etc. Hoje, depois de quase 5 anos, mais maduro, vejo que odeio mesmo o governo brasileiro, os políticos corruptos, os criminosos e os brasileiros mau educados, espaçosos que não respeitam os seus vizinhos ou o próximo e acredite, aqui tem a mesma coisa. No entanto, pra mim, em uma escala que eu consigo suportar. Amo o Brasil minha terra, minha família lá, meus amigos, as praias, a comida, a música e toda gente boa. Sempre será minha terra Natal, apesar dos pesares. Grande abraço!

68 comentários:

  1. Olá,Renato,primeiro,parabéns pelo blog,ele tirou muitas das minhas dúvidas.
    Mas eu tenho uma dúvida.
    Vamos dizer que eu seja aprovado em uma universidade americana,e estudar e tal.
    A pergunta é:Quando eu me formar,eu posso continuar lá?Tipo pra sempre?Para tirar cidadania americana?
    Se não souber a resposta eu agradeço mesmo assim.
    Mais uma vez,parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yuri
      Não é bem assim. Leia o post "imigrar para os EUA" aqui no blog
      abs

      Excluir
    2. Eu achei,obrigado!!!
      Assim que eu terminei,fui ver mais sobre seu blog e achei o post.
      Na parte do:"Por favor, não mande emails com perguntas adicionais porque tudo o que eu sei, vou escrever agora.",eu senti um pouco de vergonha,pela minha pergunta está no seu texto,rsrs
      Bem,muito obrigado,se eu tiver alguma dúvida,já sei onde ir.

      Excluir
    3. Imagina, sem problemas. Sei que muita gente vem a primeira vez e nem imagina a quantidade de coisas que eu já escrevi
      Abs e boa sorte

      Excluir
  2. Muito bom o post. Muita gente ai que falou mal no facebook não leu nem o texto que publicou. Não deixem que atrapalhem seu bom trabalho! Um dia chego ai! kk
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas
      Obrigado e não se preocupe. Críticas não me impedem de fazer o que quero. Enquanto um critica, há centenas que apreciam o trabalho aqui do blog e eu não me concentro nos mau educados. Embora leve em conta as críticas, mas sei também "deletar" quando precisa
      Abs!

      Excluir
  3. So digo uma coisa pra esse pessoal que defende o Brasil como está hj, tudo comunista(nao é so PT nao) ou sabem de nada inocentes. Mas as casas na America são de encher os olhos de orgulho, eu nem responderia esse povo maleducado, daria aquele block gostoso pra pessoa aprender a respeitar o seu próximo.

    Abs Re e sucessos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Nick
      kkkkk
      Sim, bloquear é uma opção!
      Abs

      Excluir
  4. Adorei mais uma vez esse post. Já havia curtido no face e se pudesse faria o mesmo aqui no blog. Peço encarecidamente Renato que não se deixe contaminar pelas ideias e opiniões esdruxulas dessas pessoas sem cultura e tampouco inteligência que vem com sede ao pote para te criticar. Sabemos muito bem que isso não passa de um dos sentimentos mais antigos que nos acompanham desde o surgimento do Homem nesse plante: a INVEJA. Sendo assim, te parabenizo por mais essas riquíssimas informações trazidas por você para nós e acredito que quando digo isso, digo em nome de diversas pessoas: continue sendo essa pessoa atenciosa, empatica, e solidária (afinal de contas para alimentar esse blog vc gasta tempo seu que poderia ser usado para tantas outras coisas). Carregue sempre essa certeza com você de que sempre existirá pessoas que apreciam e muito o seu esforço e eu, sem sombra de dúvidas, sou uma delas. Muito obrigado pela atenção!!! Forte abraço e boa semana pra você aí nos States. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Natã, você é um leitor muito apreciado!
      Cada um deveria olhar pra dentro de si mesmo e tentar perceber porque é que se sentem ofendidos quando alguém fala qualquer coisa do Brasil e de onde este sentimento patriota vem e qual é o objetivo dele. No entanto, eu sequer falei nada do Brasil. Mas já falei!
      Cada um viva onde quiser e onde se sinta feliz não é mesmo?
      Não se preocupe, eu não dou ouvidos à críticas e xingamentos...quando percebo de onde vêm...
      Abs

      Excluir
  5. Oi Renato,parabéns cara muito legal a primeira matéria e agora a retificação para os q não entenderam...
    MUITO SUCESSO PRA VC...BJAO...SARA

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o esclareciemento para quem não entendeu, vi os comentarios e imaginei que você preparaia uma resposta a altura, moro em Brasilia e aqui não se compra uma casa dessas com essa qualidade de material e agregados por menos de R$ 2.500.000,00 e para quem conhece cito o Parkway, nem em sonho comprariam no Lago Sul, áre mais nobre do Distrito Federal.

    ResponderExcluir
  7. Ai, Renato, desculpe, mas vou dizer o que sinceramente penso das pessoas que criticam o sonho americano: puro recalque!!! Não podem fugir dessa vidinha medíocre que se tem no Brasil mas também não admitem que existam países infinitamente melhores! Na minha opinião esse conformismo e alienação dos brasileiros é que mantém esse país horrível como está. Continue a nos falar das maravilhas desse país de sonho, por favor. Você narra tudo com clareza e sem ostentação, mas claro que vai incomodar o orgulho (inútil) de quem diariamente vive as mazelas por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone
      Eu sempre fico dividido entre o amor que sinto pelo meu país e minha cultura e o ódio de algumas coisas que acontecem no Brasil como a violência e a corrupção da polícia.
      E depois chega a um ponto que você pensa até onde aguenta ser desrespeitado. Quem gosta de deixar seus amigos e família? Mas aqui, eu vivo em paz...pelo menos até agora. Por isso digo, cada um aonde é feliz
      Abs

      Excluir
  8. olá Renato
    Mais uma vez. Adorei seu post!!
    Meu caro, gente mal educada tem em todo lugar.
    Você fez bem em sair daqui e recomeçar. Quem dera outros pudessem fazer o mesmo, porque ao que tudo indica, as coisas aqui vão de mal a pior.

    ResponderExcluir
  9. Olá Renato,essa realidade de preços como vc bem disse é a realidade da Florida,porque se der uma olhada nos preços de Nova Yorque,a realidade é outra ,preço carissimos em apartamentos minimos!Mesmo assim eu não consigo entender como aqui no brasil com os inumeros problemas de segurança ,saude educação etc os imoveis do Rio e Sampa estão tão caros,temos preços de Ny mais realidade da Africa !Abraços André!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI André
      Tem razão mesmo, não somente em NY. San Francisco também tem preços absurdos, mas é algo atípico. NO resto do país é mais nomal, graças a Deus!
      Abs!

      Excluir
  10. oi Renato,tudo bem?
    Não vou nem me dar ao trabalho de comentar os mau educados,porque como voce mesmo disse,tem em todos os lugares!!Embora ache "engraçado" eles tão "nacionalistas" ficarem lendo blog de dicas de brasileiro que mora nos EUA....
    Enfim.....rsrs...
    To aqui pra te agradecer e parabenizar!! Porque tanto para quem vai a turismo,como para quem quer ir morar,todas as dicas super importantes e verdadeiras...
    Inclusive estou para voltar à New York e como não vou há muitos anos,adorei tudo o que escreveu!!
    Seja muito feliz,tenha muito sucesso e que Deus te abençoe sempre!!
    Bjss da sua "fã"...rsrs
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim Ana quem é patriota reclama, exige melhores condições e fala mal do que tem que ser falado.
      Patriota não é quem defende a pátria cegamente e fica "ofendido" quando falam qualquer coisa contra.
      E eu nem falei hein! kkk
      Abs

      Excluir
  11. Oi Renato, eu sou corretor de imoveis .

    Me formo no fim do ano no curso de TTI e já tenho imobiliárias me 'disputando' agora, no meio do curso ( que é reconhecido como o melhor do RS, é do IFRS).

    Como está o mercado aí? Aquecido? Ou a crise de 2008 cagou tudo?

    Tá aí desde quando? Também penso no EUA, mas seria + fácil Portugal pela Cidadania (tenho Inglês intermediário).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lupin
      Já escrevi sobre o mercado no post. Leia o post "como se tornar corretor de imóveis na Flórida"
      Abração

      Excluir
  12. Olá Renato!
    Quanto a fazer conversões dependendo do que se trata eu acho que é valido fazer,principalmente quando as coisas são importadas,como matéria prima de remédios por exemplo,mas só a titulo de preços mesmo e não de poder de compra,pois é obvio que os EUA tem um poder de compra maior que o do Brasil,sei lá,na minha área de trabalho nós sempre temos que levar em conta as diferenças de valores dos produtos importados, e inclusive o cambio é um dos vilões dos preços no Brasil,além de outros já bem conhecidos,claro,bom mas depende do caso;Mas o que me chamou a atenção foi que você disse que o povo não acredita que os valores das casas podem voltar a níveis absurdos novamente,hahaha,eu me lembrei na hora da entrevista que assisti de um investidor paquistanês que fez fortuna construindo casas em Londres,ao ser perguntado sobre crises,bolhas imobiliarias,ele disse:As bolhas imobiliarias são tão desesperadoras,porque sempre pegam a maioria de surpresa,pois eles sempre acham,que nunca vai acontecer novamente".Hahahaha só o tempo dirá.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  13. Oi Renato,quanto a questão de conversão eu discordo um pouco,pois o poder de compra das moedas são diferentes,eu acho que é preciso equiparar o poder de compra,o exemplo da carne que você deu,nesse caso a tal carne é mais barata no Brasil,pois se com 32 reais você pode comprar mais aqui no Brasil,nos EUA convertendo(e não considerando taxas e etc)com os mesmos 32 reais=11 doláres você só pode comprar 1 kg,neste caso a carne no Brasil é mais barata(apesar de eu saber que isso nem sempre é verdade rsrsrs)a questão da casa é a mesma coisa,eu não posso fazer uma comparação USD 500 mil vs BRL 500 mil,pois o poder de compra entre elas é bem diferente.Tá mas ok,esse assunto é chato,adoro o seu blog,e com 1 milhão de reais jamais compraria uma casa como essa aí,aqui no Brasil.
    Abraço,e desculpe a Biblia que eu escrevi aqui,rsrsrsrs só a minha opnião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael
      Obrigado pelo comentário. Olha eu não disse que uma nova bolha não vá acontecer, disse que alguns acreditam.
      Da mesma forma que tem gente no Brasil que diz que não há bolha imobiliária heheh
      Abração pra vc!

      Excluir
    2. Bolha no Brasil só não enxerga quem não quer,a situação não beira o absurdo,já está o absurdo,você já viu essa matéria?rsrsrsr
      http://oglobo.globo.com/rio/depositos-em-porao-sao-vendidos-como-moradia-por-300-mil-em-copacabana-10863262

      Excluir
    3. Eu tinha visto sim, alguém tinha mandado pra mim. Absurdo né?

      Excluir
  14. Olá Renato ! Caí neste artigo meio de paraquedas, mas antes de mais nada, parabéns pelo texto.
    Estou desde Fevereiro morando na California com meu filho de 13 anos ( devido a nossa paixão pelo surf ). Gostei quando disse que sempre foi uma pessoa correta e saiu revoltado do Brasil. Saí com o mesmo sentimento , e tenho certeza que os patriotas que o criticam, são os típicos brasileiros que adoram ser `Gerson` ou aqueles corruptos, que não conseguindo conquistar o que queriam na vida privada e honestamente, foram buscar na política e na corrupção.
    Aqui, a vida é para quem gosta das coisas certas. Se você for honesto, trabalhador, ou um bom estudante, é praticamente certo que vai obter sucesso. Ao contrário do brasil, onde vemos um batalhão de pessoas, que nunca foram ninguém na vida privada, que ao ingressarem na vida pública, de uma hora para outra, justificam a grande mudança no padrão financeiro, como `empresários de sucesso `. Se eu pudesse voltar no tempo, teria ficado aqui já em 1985, após fazer um ano de high school em San Diego.
    Abs e mais uma vez parabéns pelos seus artigos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!!
      Se eu soubesse também tinha ficado em 1995.
      BOa sorte pra vc. A Califórnia é um lugar maravilhoso!
      Abs

      Excluir
  15. Caro Renato, estamos nos instalando em uma nova cidade, Santa Maria, Rio Grande do Su, eestamos sentindo na pele eestá realidade. Os apartamentos que nos oferecem com 3 q de 150m. aproximadamente, sem eletrodoméstico algum, e qualquer gabinete, em prédios sem piscina, estão em torno de R$ 650.000,00 numa localização boa.Chegam facilmente a R$ 850.000,00. E o financiamento fica impagável. Mais de R$ 5.000, por mês por 35 anos. Dando entrada de 20%. Estamos pensando em continuar alugando até nos aposentarmos e depois irmos viajar ou até morar no estrangeiro. Por incrível que pareça, o gasto com aluguel por 12 anos que temos pela frente, é muitíssimo menor do que os juros do financiamento. Parabéns pelo post. Abraços para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Luciana
      Não compre nada não alugue até que tudo caia de preço. Após uma bolha sempre há uma recessão...daí vc compra à vista
      UM abração

      Excluir
  16. Parabéns Renato, por mais este belo artigo. Não dê valor a quem não dá valor ao que vc escreve. Garanto que tem centenas de pessoas que aproveita e aprecia cada texto seu. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Oi Renato,
    Primeiramente o seu blog é fantástico, tem me ajudado demais a planejar a nossa primeira viagem internacional em familia!!! Muito Obrigada por todas as dicas, são extremamente valiosas... minha amiga foi agora em Fevereiro para Orlando e passei seu blog para ela dar uma olhada, mas ela não quis... infelizmente ela teve vários problemas que vc já havia relatado, inclusive com a dica de não fazer as unhas 1 dia antes da viagem...

    Não ligue para esse povo mau educado não, por favor continue nos ajudando e postando tantas informações úteis... principalmente para "marinheiros de primeira viagem" como eu!

    Obrigada,
    Daniela

    ResponderExcluir
  18. Não fazer as unhas 1 dia antes da viajem???????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim muitas mulheres fazem as unhas do pé daí inflama na viagem
      Kkk

      Excluir
  19. Renato, entendo muito o teu lado. Apesar de não falar em dólares, eu falava em euros e o pessoal toda hora faz conversão, é automático. Depois de eu explicar com paciência, a maioria entende o porquê não faz sentido transformar tudo para reais.
    Agora também entendo os brasileiros que se ofendem, porque o que não falta pelo menos no meu facebook é gente compartilhando vídeos de estrangeiros ou de brasileiros vivendo fora e dizendo que nosso país é uma merd@ para baixo. Eu falo por mim, estou cansada deste tipo de gente que também não deixa de ser mal educada. Mas eles falam isto porque não conhecem o blog e o que escreves, pois se tivessem lido saberiam que não és um baba ovo dos EUA. Eu acho que tudo tem peso e medida e é importante reconhecermos tanto o lado positivo quanto o negativo do nosso país e do país em que escolhemos viver.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Olá Renato, boa tarde. Meu nome é Alessandra.

    Primeiro, gostaria de falar que amo seu blog e o acompanho a uns 2 anos e essa é a primeira vez que escrevo algo. Concordo contigo em grau, numero e gênero quanto essa mania de "transformar" os dólares pra reais, não funciona assim.

    Agora, posso fazer um comentário nada a ver com o post? hehe
    Durante toda minha adolescência (estou me sentindo tão velha com 23!) eu ia passar o julho e as vezes algum outro mês do ano com meus primos, tios e tias que moram numa cidade pequena perto de Sacramento, CA. Eu ficava surpresa com a quantidade de mexicanos que existia na cidade, ainda mais por ser tão "em cima" no estado. Todo 5 de Maio era bem comemorado por lá, mesmo na cidade pequena de 100 mil habitantes que meus familiares moravam. Hoje estava pesquisando sobre a festa e descobri que realmente ela é bem popular na California, mas que existe também em quase todos os cantos do USA que tem mexicanos, inclusive orlando e miami. Você já participou de alguma festa ou comemoração dessas? Acho que seria uma ideia interessante para um post.

    Obrigada pela atenção :). Abraços!
    Alessandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra
      Ainda não participei de nada assim, mas quando participar, com certeza escreverei sobre isso.
      Obrigado pelo comentário!
      Abs

      Excluir
  21. Prezado Renato, acabo de ler até assustado seu post "explicação" sobre o outro post postado no Face. Estarrecido. Afinal, o blog é seu, e vc posta o que quiser, da forma que quiser, e quando quiser. Quem não gosta, quem vá ler outros blogs, ora!!!
    Fico assustado com a petulância do brasileiro que acha que pode entrar no seu blog e lhe dizer que vc está errado. Esse é o nosso problema, o brasileiro é o sapo que nada tranquilamente na agua fria, enquanto ela está sendo esquentada lentamente por este Governo Corrupto e fascista que temos hoje. Manda esse povo catar coquinho, e que vão pra outro lugar se não gostaram do que leram.

    ResponderExcluir
  22. Prezado Renato, acabo de ler até assustado seu post "explicação" sobre o outro post postado no Face. Estarrecido. Afinal, o blog é seu, e vc posta o que quiser, da forma que quiser, e quando quiser. Quem não gosta, quem vá ler outros blogs, ora!!!
    Fico assustado com a petulância do brasileiro que acha que pode entrar no seu blog e lhe dizer que vc está errado. Esse é o nosso problema, o brasileiro é o sapo que nada tranquilamente na agua fria, enquanto ela está sendo esquentada lentamente por este Governo Corrupto e fascista que temos hoje. Manda esse povo catar coquinho, e que vão pra outro lugar se não gostaram do que leram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi
      Sabe, eu acho que discordar não é o problema. O problema é a pessoa tomar as dores por um país que não está nem aí para os seus e ainda me xingar. Isso é o pior. Mas olha, o pior para a própria pessoa. A mim não me causa nada...
      Abração e obrigado pelo comentário!

      Excluir
    2. Caro Renato, já estamos alugando, pois fomos removidos este ano. Temos imóveis para vender. Então seria o caso de vender agora para juntar o dinheiro para comprar mais tarde? Agradecemos se puder dar uma opinião. Abraços e parabéns pelo site. É de muita ajuda.

      Excluir
  23. Oi Renato,
    O que acontece por aqui é que temos um povo muito extremista ou é céu ou é inferno. Se você faz uma simples comparação como essa, as pessoas t crucificam como desertor e saem na defensiva. Assim com certeza o nosso país nunca vai mudar, se não questionarmos as nossas leis e o valor do nosso dinheiro. O Face no BR, virou uma expressão de quão alienado o nosso povo é. Abração e boa sorte com o Vaidarchabú(meu marido chama o FB assim)

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Parabéns Renato!!!! Tenho acompanhado seu blog há algum tempo e vejo que seu intuito é apenas ajudar, esclarecer as dúvidas e mostrar como tudo funciona por aí (curiosidade que muitos tem). Quanto ao post do facebook, você está correto em não ligar pra isso. São pessoas sem cultura, invejosas e, principalmente, sem educação!!! Grande abraço e continue assim.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns Renato. Tenho acompanhado seu blog há algum tempo e concordo plenamente com seu comentário. Essas pessoas são pobres de espírito e cultura, mas principalmente, não tem educação!!!! Continue assim, sendo essa pessoa bacana, que, aparentemente, gosta de ajudar as pessoas e tirar as dúvidas de quem gostaria ou tem a curiosidade de como é viver aí!!!! Grande abraço e sucesso!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Renato, acompanho o blog e fico encantada com tudo que você nos conta, é sempre muito claro e realista! Eu já perdi qualquer percentual que tinha de orgulho de ser brasileira, atualmente tenho é vergonha e, infelizmente, ando muito pessimista e não vejo perspectivas de mudanças, pelo menos enquanto eu viver (e nem sou tão velha, kkkkk), continuo na luta para manter os valores que acredito, mas tá duro aqui... Continue nos brindando com seus posts e DELETE esses comentários sem sentido.
    Abs e obrigada por compartilhar suas experiências, Luisa

    ResponderExcluir
  28. Parabéns por saber retribuir com delicadeza, e toda educação que lhe é peculiar, as ofensas vindas daqueles que ainda não conseguem entender que críticas e divergências de opiniões são sempre aceitáveis, desde que colocadas de modo nunca agressivo. Ademais, as suas comparações em relação às coisas que daqui vemos como inexplicavelmente caras no Brasil são sempre pertinentes. Criticar a forma como o querido Brasil vem sendo governado há séculos não significa, em hipótese alguma, que não o amemos. Ao contrário, é uma forma sutil de chamamento àqueles que ainda permanecem cegos pelo ufanismo exacerbado, este sempre conveniente ao poder estabelecido. Novamente, parabéns.

    ResponderExcluir
  29. Parabéns por saber retribuir com delicadeza, e toda educação que lhe é peculiar, as ofensas vindas daqueles que ainda não conseguem entender que críticas e divergências de opiniões são sempre aceitáveis, desde que colocadas de modo nunca agressivo. Ademais, as suas comparações em relação às coisas que daqui vemos como inexplicavelmente caras no Brasil são sempre pertinentes. Criticar a forma como o querido Brasil vem sendo governado há séculos não significa, em hipótese alguma, que não o amemos. Ao contrário, é uma forma sutil de chamamento àqueles que ainda permanecem cegos pelo ufanismo exacerbado, este sempre conveniente ao poder estabelecido. Novamente, parabéns.

    ResponderExcluir
  30. Parabéns por saber retribuir com delicadeza, e toda educação que lhe é peculiar, as ofensas vindas daqueles que ainda não conseguem entender que críticas e divergências de opiniões são sempre aceitáveis, desde que colocadas de modo nunca agressivo. Ademais, as suas comparações em relação às coisas que daqui vemos como inexplicavelmente caras no Brasil são sempre pertinentes. Criticar a forma como o querido Brasil vem sendo governado há séculos não significa, em hipótese alguma, que não o amemos. Ao contrário, é uma forma sutil de chamamento àqueles que ainda permanecem cegos pelo ufanismo exacerbado, este sempre conveniente ao poder estabelecido. Novamente, parabéns.

    ResponderExcluir
  31. Renato, aqui é a Priscilla Corrêa.
    Ficasses tanto tempo ocupado que eu acabei esquecendo de vir aqui ver se tinhas postado algo e hoje tive essas duas belas surpresas: postagens novas!

    Graças a tudo que você já falou eu só tenho mais certeza que eu quero viver nos EUA, mesmo passando dificuldades, por saber que aqui eu passarei mais e por pensar nos meus filhos nascendo sem segurança e educação, isso me dói.
    Vou fazer (ainda não sei exatamente como, estou analisando as opções) o que esses que te criticaram deveriam ter feito: não gostou, vaza! kk

    Já estou na espera de mais posts ein, não esquece.
    Fica com Deus e abração!

    ResponderExcluir
  32. Renato... em primeiro lugar meus sentimentos (e os da Isa também). Faz um tempinho que não apareço por aqui porque a vida anda corrida... foi o final do meu doutorado, a preparação de um novo caminho que vem por aí nos próximos anos - você sabe qual, já te contei - e outras coisinhas mais. De qualquer forma, sobre o tema dessa postagem, adote as ideias pregadas pela pensadora contemporânea Valesca Popozuda e mande beijinho no ombro para o povo recalcado. Desejando vida longa para qe possam ver sua vitória! Abraço!

    ResponderExcluir
  33. Gosto de seu blog . No Brasil ha bons professores, excelentes medicos, advogados, o top de linha de engenheiros, etc... E voce foi formado por eles. Se vc tivesse nascido ou criado nos USA nao sei se seria um cara tao legal e educado, No maximo seria um nerd, sem nocao das coisas ou achando que o mundo circularia ao seu redor. A nao ser se vc tivesse muito estudo e fosse viajado. O Brasil nao e pior, nem melhor. E um pais tropical, com lingua diferente, colonizacao diferente, clima diferente, pessoas muito mais bonitas, rs fantastica gastronomia e eu nao entendo porque voces brasileiros que moram fora, ficam sempre comparando. Porque? Quem mora aqui, como eu, poderia reclamar de algo, mas se ja saiu, pque o eterno recalque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por via de regra (pelo menos deveria ser) só compara quem conhece os dois lados.
      Pelo seu comentário você conhece apenas o Brasil, então você não tem referencias para comparar e depois reclamar, nosso camarada Renato, pelo contrario, tem todas as ferramentas necessárias para fazer as criticas que ele desejar.
      Sugiro que você adquira cultura. Talvez assim você pare de julgar uma nação que você só conhece pela TV de: "nerd, sem nocao das coisas ou achando que o mundo circularia ao seu redor".

      Abraços.

      Excluir
  34. Patriotismo é uma palavra inventada pelos governantes para que você lute as guerras deles!
    Não ame uma fronteira, ame as pessoas.

    ResponderExcluir
  35. João Paulo Nogueira13 de maio de 2014 15:18

    Olá Renato, acompanho seu blog há muito tempo e concordo integralmente com o seu texto.
    No entanto, acredito que algumas considerações deveriam ter sido feitas.

    Acredito que deve ser ressaltado o fator referente ao aspecto econômico/cultural. Sim, uma vez que a cultura dos norte-americanos em relação ao seu poder de consumo tem total reflexo no custo de qualquer coisa por aí. No facebook, tiveram pessoas que falaram que um cidadão norte-americano de classe média (salário entre 5 e 15 mil dólares) poderia perfeitamente adquirir uma casa desse nível durante a sua vida. Mas quem conhece os EUA sabe que não é nem um pouco comum (ou quase impossível) encontrar um americano disposto a arcar com esse valor, pois, para ele, trata-se de muito dinheiro. Por isso, o americano classe média mora naquelas casas "típicas" norte-americanas, aquelas casas sem muros, com uma varandinha e um quintal

    Nós aqui sabemos que o poder aquisitivo do americano em relação a imóveis e carros é bem maior que o nosso... mas isso é irrelevante, pois o americano acha que um carro de 40 mil dólares extremamente caro, e uma casa de 600 mil dólares também muito cara.

    Por isso, os preços aqui nunca serão baixos como são aí, pois o modo como "damos valor" ao nosso dinheiro aqui no Brasil, é bem diferente do que o americano dá ao dele.

    Se algum dia (por um surto de boa vontade de governantes e especuladores) os preços de imóveis daqui fossem baratos como são os imóveis americanos (em relação ao NOSSO poder aquisitivo, sem fazer conversões monetárias), pode ter certeza que não haveria casas suficientes para arcar com a demanda. Isso porque nós temos uma visão, em relação a consumo e gastos, totalmente diversa dos americanos.

    A velha lei da oferta e da procura... Basta ver o número de brasileiros que ganham entre 2 mil reais (e até bem muito menos), que financiam carros de 25 mil reais em 60 parcelas... Um americano não faria isso, comparativamente ao seu poder de consumo.

    Daí fica explicado o crescente número de vendas de imóveis americanos aos brasileiros de classe média do Brasil, que "acham" baratos os valores daí, em comparação aos daqui.

    Claro que eu sei que você é ciente disso tudo, mas são considerações muito fortes pra definição desses preços considerados por nós tão baixos, mas caro para o americano, por razões simplesmente culturais.

    Nem podemos deixar de dizer que o custo de construção de uma casa dessas deve ser pelo menos 5 vezes menor do que o custo de uma casa "equivalente" aqui no Brasil... E, também, os motivos que levam nós, brasileiros, sermos tão conformados em pagar preços tão altos para ter nossos bens... mas esses são apenas outros fatores, dentre tantos, que explicam a diferença, e que merecem longas linhas..hehehe

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  36. Renato, é o Gregorio; tá na página do UOL de hoje: "Quitinete de luxo com 36 m2 em São Paulo sai por R$ 650 mil" e na de ontem: "Apto de 45 m2 custa 1 milhão". Precisa falar mais alguma coisa? E quanto aos comentários mal educados do post no facebook, se você analisar bem, são de pessoas que não conseguem interpretar um texto, como em tantas outras notícias em tantos outros sites: a pessoa entra, mal lê, não pesquisa, não estuda e já sai vomitando toda a sua frustração, recalque, inveja, numa demonstração muito clara de quão ignorante é. Uma opinião deve ser respeitada, uma agressão, não. Abraço.

    ResponderExcluir
  37. Existem indivíduos que ainda não conseguem perceber corretamente o significado de "terra falida"...Está aí mais um fruto da "terra" que servirá de adubo para a corrupção e a mentira. A falência de um lugar começa pela decomposição e putrefação da educação, cultura, ética e desenvolvimento. Não deve ser fácil a leitura de certos comentários para o amigo redator deste blog. Abraço e muita paciência!

    ResponderExcluir
  38. Conheci o seu blog ontem e estou adorando.
    Tem que ter muita calma, pq lidar com pessoas é complicado.

    ResponderExcluir
  39. Olá!! Meu nome é Mariana. Parabéns pelo blog, muito esclarecedor!! Gostaria de saber se é possível encontrar apartamento em winter park por volta de 100 m2 e qual a média de valores. obrigada!!

    ResponderExcluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...