quarta-feira, 19 de março de 2014

Inverno em Nova Iorque 2014


            Nova Iorque é um lugar que a gente não cansa de ir. Eu diria que, pra mim, duas cidades no mundo eu iria todos os anos, Nova Iorque e Roma. É tanta coisa para se ver que fica difícil colocar em um roteiro curto o quê fazer. Esta foi a minha quarta visita à cidade. Desta vez, havia algumas coisas que eu queira ver novamente e algumas coisas que eu nunca tinha visto antes, como o Metropolitan Museum. Levei vocês, queridos leitores, comigo no sentido que, a todo momento, pensei em fotografar ou falar sobre algum lugar que seria interessante para quem nunca visitou a cidade.

            Eu pesquisei um pouco em blogs de brasileiros que vivem em Nova Iorque aonde ir, o quê ver, onde comer, onde se hospedar e posso dizer que foi frustrante. Talvez um ano na cidade seja o suficiente para conhecê-la em 20%. Imagine ficar uma noite e dois dias na cidade? O motivo da visita curta é que fomos para o casamento da prima do Robert, Carrie em New Jersey. Pegamos o vôo para NYC na quarta feira de manhã bem cedo, eu e o Robert. Lá nos encontramos com James e Steven. Nos hospedamos no Carlton na 88 Madison Ave, um luxo de lugar...O vôo de Orlando a Newark é de aproximadamente 2 horas e 15 minutos e custou, ida e volta, 240 dólares.

            O inverno por lá realmente ainda não acabou. Saímos de Orlando com temperatura 28 graus Celsius e chegamos em Nova Iorque com -7C. No entanto, devido aos ventos de 35 km/h a sensação térmica era de -16C, dá para acreditar? Realmente o vento era de cortar a alma e olha que eu gosto do frio hein? Eu estava até que bem. Depois de andar algumas quadras, as extremidades dos dedos das minhas mãos doíam como se tivessem levado uma martelada em cada um. Mesmo com luvas e mãos dentro dos bolsos! O nariz escorria o tempo todo. Mas o Robert e o Steven estavam a ponto de ter uma síncope de frio...

Eu e o James estávamos bem com o frio, mas nesta foto você pode ver
o "estado" do Robert e do Steven...

            É muito interessante observar as pessoas nas ruas de Nova Iorque. Eu olho tudo! Posso ficar uma tarde inteira sentado vendo as pessoas passarem, suas roupas, sapatos, maneira de andar, conversa, etc. Não se vê muitos obesos já que em Nova Iorque se anda muito e as pessoas optam por não ter carro, já o que transporte público é super-eficiente. Será somente este o motivo? Não sei...Mas as pessoas andam, andam e andam. Muito bem vestidas, por sinal. Há aqueles que apresentam no rosto aquela cara de sofrimento devido ao frio. Há outros porém, que nem mesmo um gorro e uma luva usam. Andam tranquilamente, com aquela pele perfeita, aveludada, branca, parda ou negra. Nada brilhante ou oleosa como aqui na Flórida onde se sua o tempo todo. Somente um charmoso vermelhinho na ponta do nariz. Será que o corpo do ser humano também se acostuma com o frio? Acho que sim, porque era grande o número de pessoas que não estavam nem aí pra ele, mesmo a sensação térmica sendo -16C!! Homens e mulheres de negócios andavam pelas ruas neste frio somente em ternos e tailleur...guerreiros!

            Alugamos um carro no Aeroporto de Newark e fomos até o Carlton na 88 Madison Av. O hotel muito bom, por sinal ($$$$). Corredores, bar, restaurante, tudo impecavelmente limpo e bem projetado. Sabe uma coisa muito interessante que notei no Carlton? Só tocava Bossa Nova no Lobby e no bar!! Inclusive as mesmas músicas da Nara Leão que eu ouço quase todo dia aqui em casa!


Lobby

Olha só os corredores do Carlton! Monocromático em Cinza...
Nossos quartos ficavam no final deste corredor com vista para a
Madison Avenue.
            Almoçamos um pedaço de pizza, cada um, em uma das dezenas de "pizza places" das ruas de Manhattan e fomos para a Grand Central Station que eu fiz questão de visitar desta vez. Mal podia esperar!!

As pizzas de Nova Iorque são famosas. São realmente melhores que as da
Flórida e diferentes das do Brasil. Quando eu cheguei aqui, eu comia
pizza de garfo e faca como fazemos no Brasil. Hoje, como 99% dos
americanos já como com as mãos :-)
E daí?
Especialmente a pizza de NY dá pra comer com as mãos pois a massa é
grossa e mais consistente, não se dobra. Um pedaço é suficiente
para uma pessoa "do meu tamanho" :/
hummmmmmmmmmmm...típica pizza nova iorquina.

            A primeira vez que ouvi falar da Grand Central Station foi na faculdade de Design em Tampa, estudando efeitos da luz natural nos ambientes. Desde lá, sempre tive vontade de conhecer a estação. Me lembrei muito das minhas viagens à Europa, como em Gare de Lyon (França) ou na Roma Termini. Frio, casacos, restaurantes, trem, música, café, gente almoçando, de passagem, viajando, comprando ou como nós, tirando fotos de queixo caído. É um espetáculo de estação de trem e metrô. Não sei se sabe, mas é a maior do mundo, vale a pena visitar. Foi cenário de diversos filmes famosos.


Esta é a foto que estudamos no curso de iluminação por luz natural em ambientes
na faculdade de Design. Me apaixonei pela arquitetura e história do prédio
desde então. Leia sobre ela aqui



Grand Central Station e Chrysler Tower ao fundo.
Vê nesta foto um Business man só de terno?

No subsolo há resturantes, cafés e quiosques...arquitetura belíssima.
Eu queria ficar mais tempo, tomar um café, etc. Mas sabe como é...quem não tem olho para arquitetura
entra, vê e já quer ir embora...



Ao pé da escada Robert e seu irmão James, se casacos pois do lado de dentro
a estação é aquecida...

Detalhes incríveis no teto e nas janelas

A leitora fiel Regina escreveu uma vez: "Cadê fotos suas?"
Não gosto muito de tirar fotos, mas me lembrei do comentário dela
durante a viagem e tirei algumas... :-)

Robert Deniro em cena de filme gravado na estação.

Neste blog aqui eu encontrei uma lista dos dez melhores filmes onde aparece
a Grand Central Station

Veja este vídeo de um dos filmes gravados alí. O filme é péssimo, mas esta cena dá pra ver bem a grandiosidade da Grand Central Station



            De lá fomos para Rockefeller Center onde eu ia andar de patins no gelo. Justamente por causa dele (do gelo...), desisti de patinar, afinal seria somente eu, ninguém queria J
Fica para uma próxima visita com o irmão Chefe André Meana.
            Tudo bem, vamos encher a pança no Magnólia Cupcakes! Dois anos atrás quando fui em NYC, a fila para entrar no Magnolia Bakery era de UMA QUADRA. Nem mesmo o melhor cupcake do mundo me faria esperar em pé na rua por horas...desisti. Mas desta vez, a bakery estava vazia. Entrei, comprei 4 cupcakes e comi todos eles alí mesmo sentado em um dos bancos congelados das ruas de NYC. Vale a pena? Sim! Especialmente o Red Velvet e o Pistache, o melhor de todos...


Rockefeller Center e o rink de patinação no gelo...


Magnolia Bakery já foi considerada a melhor loja de cupcakes do mundo
Não adimira a fila de um quarteirão no Natal de 2012...





             Uma vez abastecidos de cupcakes, andamos até o Empire State Building, que eu visitei em 1994, vinte anos atrás! (Eu sei, não devia dizer estas coisas, 10 anos atrás, 20 anos atrás...conta a idade né?). Continua glamuroso, impecável. Para subir rapidamente (há uma opção de subir em 1 hora (??)), pagamos 39 dólares! E daí? Tô aqui e não vou por causa disso? Pra o que é que eu trabalho? Subimos e não nos arrependemos, é claro...Até chegar ao 86 andar passa-se pela segurança de aeroporto, só não tira-se a roupa...


O Empire State Building já foi o edifício mais alto do mundo...não mais.

O lobby do edifício


No 86 andar, a ventania que não dava nem para abrir os olhos...
Com 50c você olha nos binóculos. Não perca seu tempo, as lentes são
ruins e não dá pra ver bosta nenhuma...leve você um binóculo.

No fundo há o prédio mais alto de Manhattan, onde ficava o
World Trade Center. Visitei-o em 2012 e escrevi sobre a visita neste post aqui
Sul de Manhattan


Vê aqueles prédios marrons lá no fundo? O Robert "suspirou" nos meus ouvidos
Aqueles são o "the project"...daí ele disse "favelas"

Grades anti-suicídio

Prédio da ONU (o retangular azul de frente para o rio)

É tão alto que não se ouve o som do tráfego...



             Saindo de lá já era quase 6 da tarde, hora em que os americanos jantam. E como eu estava com 3 deles, tivemos que ir para o hotel, tomar banho e sair para jantar. Jantamos ao lado mesmo do Carlton em um resturante italiano recomendado na recepção, o I-Trulli. O melhor prato de todos, na minha opinião, foi o do Robert. Ele pediu Cavatelli. Eu não sei o por quê, mas eu tenho o dom pra escolher o prato errado...toda "primeira" vez em um restaurante!




            No dia seguinte a programação era Time Square, Broadway, Estátua da Liberdade (não fomos...muito frio e "alguém" estava congelando...), café da manhã no Plaza Hotel, Central Park e Metropolitan Museum. Mas isso vai ficar para o próximo post, da série de três, que pretendo escrever no sábado sobre a viagem e o casamento a la "poderoso chefão" A família inteira do Robert e James são a segunda e terceira geração de imigrantes italianos...foi algo único...aguarde!





41 comentários:

  1. Oiiii meu nome é Ziza (blogdaziza), eu sigo teu blog a bastante tempo e gosto muito do que escreves. Esse post está maravilhoso, cheio de informações, fotos e pareceres, sou apaixonada por conhecer NY. E portanto estarei esperando com muito entusiasmo pelos demais posts que virão! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Ziza, aguarde no final de semana eu posto o próximo
      bjs

      Excluir
  2. Adorei o post!! Nunca fui a NY, mas tenho muita vontade de conhecer! Valeu pelas dicas Renato, aguardando a continuação!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Renato, td bem? Tenho acompanhado o seu blog algum tempo talvez 1 a 2 anos, não sei se vai lembrar de mim, mas te mandei algumas perguntas sobre dúvidas as quais vc me respondeu todas, eu escrevendo para agradecer por sua disposiçao em ajudar. Ja estamos aqui na Florida( Davie) desde Dezembro e ainda aprendendo algumas coisas ! Bom, mas adorei o seu post sobre NYC pois estamos planejando de ir em Maio e toda a informação sempre é bem vinda e vindo de vc que é confiável, não precisamos de mais pesquisas ! Obrigada, Sidra

    ResponderExcluir
  4. Eu vim aqui só por causa das fotos. E tem gente que fala mal da The Capital of the World

    ResponderExcluir
  5. Olá Renato! Fiquei super feliz que você esta escrevendo sobre seus dias em NY, vi uma foto sua lá no "face" e estava aguardando você nos contar cada detalhe de sua viagem! Adoro o blog, adoro seus textos, parece que você esta conversando com nos pessoalmente, é uma diversão, e para ajudar meu sonho é conhecer NY (dei entrada no visto ontem aliás) então já viu né adoro o blog e adoro NY juntou tudo! Vou aguardar os próximos capítulos com toda certeza! Tenha um ótimo dia por ai! Abraço! Nohva

    ResponderExcluir
  6. Olá Renato!
    Viajar é bom,principalmente com amigos,eu já estive em NYC mas não voltaria,a cidade é bonita tem muita coisa como você disse,mas eu acho que sou "caipira" demais hahaha,quanto maior a cidade menos eu gosto dela.
    Até mais!

    ResponderExcluir
  7. Excelente texto e fotos!! Sou fã do blog! Vou conhecer NY em outubro e finalmente levarei minha esposa na confeitaria do Cake Boss, ela é doida por esse programa e só fala disso na nossa programação de viagem!! vou aproveitar e seguir suas dicas!!

    ResponderExcluir
  8. Nossa Renato como você é chique. Magro e se veste tão bem! Deixou os Novaiorquinos no chinelo hahaha!!!!!!!!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi meu querido, amei tudo!! Vc parece estar ainda c/ 20 aninhos. Obrigada por matar minhas saudades de NYC. Bjusss... judy kennedy
    vou postar como anônimo pq ñ estão aceitando minha senha do google

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi eleito o melhor comentário de todos!!
      heheheh
      Bjsssssssssssss

      Excluir
  10. Oi Renato!
    Pois é! Tô sumida mas tenho justificativa. Primeiro o Blogger não queria aceitar meu open ID , depois não queria aceitar minha senha Google. Agora normalizou, acho... Daí comecei a estudar e vivo atolada em trabalhos, pesquisas e atividades. Socorro!
    O post tá lindo, adorei as fotos, posso até dizer que viajei prá NY com você! kkk
    bj , eu estava com saudades das suas histórias....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Lana
      Que bom que está de volta!!
      Um beijão e boa sorte nos estudos. Estudar nunca é demais!

      Excluir
  11. Ola Renato, que bom seus posts de NY, fico aqui matando a saudade. Morava em New Rochelle e andava por essa estação quase todos os dias e mesmo assim, todos os dias ficava boquiaberta , ela é linda mesmo. Aguardando novos posts. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amelia
      Que privilégio! Eu adoraria morar em NY!!
      Abs

      Excluir
  12. Renato, ótimo post "a la Renato", ou seja, escrito de maneira muito particular e especial. Deu até vontade de pegar um avião e encarar o frio do começo de primavera. um grande abraço!

    Daniel

    ResponderExcluir
  13. oiii Renato,adoro você ,seu blog,adoro tudo o que voce posta,na minha primeira viagem voce me deu muitas dicas e me ajudou pra caramba. Você e uma graça realmente. Esse post de NY amei!!! abraços
    Claudinha

    ResponderExcluir
  14. Oiiiiii Renato,adoro voce ,seu blog,te acompanho ha muito tempo.Na minha viagem que fiz a Orlando você me ajudou muito.Adorei esse post de NY, que lugar maravilhoso!!!!!! Sou sua f~a, abraços
    Claudinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Claudinha
      Eu lembro de seus comentários porque seu ID é bem peculiar
      Um abração!

      Excluir
  15. Oi Renato, viajei na sua sua viagem, adorei, você confirmou alguns lugares que não posso deixar de conhecer, espero esse ano ainda conhecer NY. Você está gato,rsrsrs como consegue ficar em forma? Muito trabalho certamente, não é?? Aguardando o próximo post. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wilma!!
      Olha, eu "tento" comer pouco, saudável. Quando exagero, nos dias seguintes compenso o exagero. E assim vou levando
      Muito trabalho sim!
      Espero que você adore NY, mas não vá no frio, vá no final da primavera ou no começo Outono.
      Bjs

      Excluir
  16. Oi Renato adorei o post cidade muito cultural logo vou conhecer. não se preocupa com a idade vc parece 20 anos mais novo, eu tenho 36 anos mas ninguém me dá mais de 25 genética boa e olha que tenho 2 filhas kkkk ....hum tava muito elegante bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :-)
      Obrigado!
      Com tantos elogios vou começar a colocar mais fotos! hehehe
      Eu tenho 45!!!
      Às vezes custo acreditar que em 5 anos terei 50 anos??? Sou eu mesmo???
      bjs

      Excluir
  17. Ah! Nova Iorque! Um lugar maravilhoso.
    Desculpe a demora em comentar.
    Adorei. Eu te pedi um pouco do frio pelo face lembra?
    Pena que o passeio foi tão curtinho. Mas as fotos, em especial da Grand Central Station são espetaculares. Uma pena, como vc comentou, quem não tem olho para arquitetura, ou não fez história da arte (eu fiz!!!) não sabe apreciar.
    Renato, deixe de bobagem. Dizer 10 anos, 20 anos, azar de quem não pode ir a NY tantas vezes. Vá e conte sempre.

    ResponderExcluir
  18. Oie Renato.
    Primeiro eu quase caio da cadeira, quando vc citou meu nome, junto a uma foto sua. Finalmente venceu a timidez. ÓTIMO.
    NY é lindo demais. a Grande Central Station é um espetáculo, pena que como você comentou, quem não fez arquitetura ou História da Arte (eu fiz!!!!) cansa logo e quer ir embora.
    O rockfeller center, vc tem de patinar nem que seja cinco minutos. É a cara dos filmes de hollywood.
    Adorei seu post.
    E sim, não seja bobo. Voce está ótimo. Pode continuar postando fotos. Não tem cara de quarentão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Regina!!
      Por sua causa postei as fotos eheheh
      abs

      Excluir
  19. Olá, Renato! Muito obrigada por compartilhar com seus leitores esses passeios maravilhosos! As fotos ficaram ótimas, foi um verdadeiro tour virtual ler esse post! Super beijo, excelente semana!

    ResponderExcluir
  20. Renato,
    Amei suas dicas, na minha próxima viagem a NYC vou tentar ir em todos.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  21. Renato,
    Já leio seu blog há algum tempo. Cheguei aqui através do Bolo de Maçã que é uma delicia. Faço sempre que posso. O blog é muito interessante, bem escrito o que o torna muto gostoso de ler. Me identifico muito com você, seus pensamentos sobre as coisas em geral, sobre EUA, Brasil, etc, etc. Estive em Orlando mês passado (ja tinha estado antes) e confesso que pintou uma inveja (inveja branca, aquela que pode.....rs). de viver aí. Mas percebo que atualmente está muito mais dificil, mesmo para mim que tenho passaporte suiço. Parabéns pelo blog e felicidades!!!

    ResponderExcluir
  22. Olá Renato,tudo bem?
    Por acaso cheguei em seu blog em um post antigo de 2010, e quando terminei de ler todos os comentários, vi que não podia mais escrever!
    Espero que não seja incomodo perguntar por aqui.
    Então, estou me programando para passa mais ou menos 6 meses em Houston (alias, uma cidadezinha próxima chamada Katy) na casa da minha Tia e não tem nenhum ônibus na cidade, o que seria impossível me locomover! Queria ir apenas com o visto de turista e contratar um curso de inglês por conta própria. Pensei que, enquanto estivesse por lá poderia comprar um carro, usar durante o tempo que estivesse lá e depois vendesse quando fosse voltar para o Brasil. Mas eis que surge a minha dúvida sobre a validade da carteira de habilitação brasileira. Sei que com CNH pode-se tirar a carteira internacional que facilita a vida do estrangeiro nos EUA, só que eu tenho 18 anos e tenho apenas a carteira provisória aqui no Brasil. Já procurei saber na auto escola se eu poderia tirar minha carteira internacional, mas me falaram que não. Sendo assim, a minha carteira provisória também vale pelo mesmo período de permanência como a CNH definitiva?
    Ou será que seria mais fácil e mais seguro eu tirar um visto de estudante e poder tirar uma carteira de habilitação americana?
    Desculpa pelo comentário completamente aleatório!
    Desde já agradeço ;D

    Beatriz

    ps: Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz
      Obrigado
      Para estudar mais que um mês aqui é preciso de visto de estudante, não pode fazer com visto de turista. Algumas escolas fazem o visto uma vez aqui, outras não. Era melhor vir com o visto do Brasil.
      Com o visto vc tira carteira de motorista e pode comprar um carro. Mas lembre-se que vai ter que pagar impostos, seguro, etc e vai perder dinheiro na venda. Então ponha na ponta do lápiz pra ver se compensa.
      Carteira Internacional não serve pra nada aqui nem é exigida. Mas com 18 anos você dificilmente consegue alugar ou tirar uma carteira por aqui
      Eu não tenho certeza, vc tem que se informar uma vez aqui
      abs

      Excluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...