quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Annabelle e o Parque para Cachorros


A primeira vez que ouvi falar disso foi o ano passado quando eu estava caminhando em Baldwing Park e vi um monte de cachorros juntos em uma parte do lago Baldwing. Depois li os sinais “Dog Park” e achei interessante. Parei e fiquei observando os cachorros brincarem livres, sem coleiras e uns com os outros. O incrível é que fiquei quase uma hora e não ouvi quase nenhum cachorro latir e nenhuma briga entre eles. Seriam todos mansos ou talvez pelo fato de observarem outros cães eles sabem que não é pra arrumar confusão? Sei lá, o fato é que eu queria levar a Annabelle no parque mas estava com receio. E se um cachorrão atacá-la? É claro que eu entro no meio, mas não quero que ela se machuque de jeito nenhum. Finalmente consegui convencer o Robert a ir comigo. Dois contra um cachorro é definitivamente melhor.
Da primeira vez só fiquei observando
Já fazem 4 meses que a Annabelle (pronuncia-se Anabel) chegou aqui em casa e este mês ela completa 7 meses de vida. Dá pra imaginar? Uma coisa que só viveu 7 meses? Não admira tanta curiosidade... Ela está muito bem, mas como todo filhote apronta bastante. Sexta-feira passada eu gelei quando a Louise começou a falar Não! Não! Não! E ao chegar no quarto dela era “só pena que avoa...” A danada estraçalhou o travesseiro de penas da Louise. Ela deve ter sacudido tanto o travesseiro que tinha pena por todos os lados. Nem se via o piso devido a quantidade. Entupiu o aspirador de pó!

Assim que Annabelle chegou eu comentei que queria castrá-la pois tenho más experiências com fêmeas de Cocker e câncer de mama. Pensei em comentar com a veterinária na primeira visita. Resolvi não levar Annabelle no veterinário e pagar para um vir em casa. Além de custar menos que a consulta no consultório, tem menos estress. O Robert já contrata essa veterinária por 18 anos para cuidar dos gatos dele (A Mabel tem 21 anos!) e ela é muito legal. A visita é 40 dólares (no consultório 60-80) e o que você precisar ela tem em sua caminhonete. Vacinas, remédios, shampoos, talcos, etc. Parece uma loja. Resolvi que ia comentar com ela a respeito da castração.
Depois de explicar o assunto, ela me disse que o melhor mesmo era operar a Annabelle o mais rápido possível assim a recuperação seria melhor. Ela quis marcar logo para o sábado. Preocupado com o custo, perguntei quanto ficaria. Ao que ela me disse que a operação toda ficaria 40 dólares. O quê?? Pensei ter ouvido errado. No Brasil pediram 350 reais para castrar a gata da minha mãe na universidade! Ou seja, feita por alunos assistidos por um professor. Fiquei espantado e feliz. O lugar não é um consultório particular. Chama-se SPCA (Sociedade para Prevenção de Crueldades contra Animais) É uma sociedade ou Ong, não sei dizer, mas por isso é tão barato. Todos os veterinários trabalham voluntariamente e você só paga o custo do procedimento e depois compra os remédios lá mesmo. Tudo correu bem. Annabelle veio com a barriga sem pontos externos, nem pareceia que tinha feito nada! No dia seguinte já estava pulando.
http://www.ohs-spca.org/
Voltando ao assunto do parque, fiquei contente de o Robert ter aceito o convite de ir comigo. Porque se um Pitbul resolver atacar, pelo menos o Robert tá lá pra ser mordido também. Solidariedade é tudo...No começo eu fiquei muito apreensivo. Os cachorros correndo eram enormes e as brincadeiras deles de mau gosto sabe? A Annabelle se comportou muito bem. Curiosa queria cheirar todos os cachorros e quando a gangue dos pitbuls (três) vieram correndo para se apresentar ela ficou quietinha e eles fizeram a “inspeção”. Depois de ficar com muita dó (a Annabelle era o único cachorro na coleira), resolvi soltá-la. Que cachorra fina que eu tenho... Ela olhou os outros cachorros fazendo a maior bagunça mas não se misturou. Eu falei “isso mesmo fia, não é porque late em inglês que não é má companhia”. Brincou sozinha, nadou um pouquinho (e eu não parava de pensar em jacarés!), cheirou tudo ao redor e não incomodou ninguém. Até mesmo uma mulher falou pro cachorro dela: “Hey, brinca com esse aqui que ele é muito comportado” Eu disse “essa aqui... é fêmea!”
Más companhias...

Entrada

Novos amigos?

Piscinão de Ramos - cada mergulho é um flash! kkk

Comportada, nadou sozinha, se divertiu bastante.


Bebedouro para os cães
Depois de nadar ela deu uma rolada básica na terra e ficou marrom. Mas não tem problema, o parque tem chuveiro, shampoo, sabão, tudo sem pagar pra vc cuidar do seu bichinho ou bichão. Dei um banho rápido na Annabelle porque, com o calor que fazia, é claro que ela ia pular na piscina ao chegar em casa...
Tem chuveiro, shampoo, etc para seu cão tomar banho
 Um vídeo da Annabelle nadando. Repare como ela coloca a cabeça dentro d'água...muito engraçado...
video

22 comentários:

  1. Que lindona a Annabelle nadando, muito fofa!! Esse parque é muito chique, com shampoo e chuveiro?!! Lá na Lagoa no Rio tem um Parcão,faz um tempão que lá não vou, estou morando no interior,mas quando ia, era ótimo, diversão garantida pra todos. Aqui também elas descobriram os meus travesseiros e é um horror, não posso facilitar, mas o pior são os pelos, como você resolve? Aqui nem escovando em certas épocas resolve, aff!! Parabéns a Annabelle e a você!!

    ResponderExcluir
  2. E eu pergunto: quem manda nessa casa? Mas é pergunta retórica, que eu já sei o nome da princesa peluda que manda aí :).

    Eu estou pensando seriamente em comprar um cachorro, já comecei a pesquisar os custos e tinham me falado que os cachorros aqui têm de ter plano de saúde e tal, mas pelo visto não. O meu maior receio é que eu e marido viajamos com certa frequencia e eu tenho péssimas recordações de hotel para cachorro...

    ResponderExcluir
  3. Ah, dizem que os cachorros imitam o comportamento do dono, será que é por isso que ela é classuda e educada? ;)

    ResponderExcluir
  4. Wilma
    A Annabelle não solta quase nenhum pelo. Deixo ela bem tosada na região do pescoço e costas. Mas já os gatos...uma pelaiada só. Aspirador dia sim dia não fia....hehehe
    Bjs e obg!

    Lorna
    Depois com o tempo vc arruma algumas pessoas que ficam com ele numa boa. Vêm na sua casa etc. O Bobby tem uns baby sitter dog. Uma amiga vem e dorme aqui, ou passa todo dia. Mas tem que pensar bem porque dá uma dó né? Depois se vc começa a trabalhar e deixa o bichinho sozinho o dia todo. Por outro lado é uma maravilhosa companhia. Eu nem quero mais viajar so de pensar em ela ficar sozinha. O proximo vai ser um cachorro de shelter. Esses cachorros desenvolvem um amor especial por você os ter tirado daquelas gaiolas...sniffff
    Sim, ela é a cara do pai!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ola Renato! Eu sempre leio os seus posts e sempre os acho super interessantes! Nos adotamos um labrador chamado Dingo ha 7 meses e foi a melhor coisa q fizemos ate agora...Levamos ele algumas vezes em um desses parks p dogs e ele amou! Mas, ele fez como a Anabelle, se comportou direitinho! Mas infelizmente os parks daqui (Philadelphia) nao tem essas regalias todas...enfim, e uma otima ideia deixa-los brincar com outros cachorros. Dingo dorme q nem um bebe a noite! Abracos.

    ResponderExcluir
  6. RM
    Que legal! Labrador é um cão fantástico. E dar a chance desses animais terem uma nova família amorosa é maravilhoso. Não sei como alguém pode pegar um cão adulto e deixá-lo em um shelter. Não posso nem pensar nisso...muito triste.
    Espero que vocês sejam muito felizes
    Abs!!

    ResponderExcluir
  7. Olá, me chamo Guilherme e achei seu blog ja faz um tempo mas somente hoje fui lê-lo, e quando vejo eu já li todas as páginas!!! É muito legal saber como é a vida de um Brasileiro nos EUA e serve de inspiração para muitos que almejam estudar ou viver no exterior. Ja fui aos EUA e fiquei por duas semanas num intercâmbio com a igreja, entao vi de perto os dois lados dos EUA (fui inspirado pelo meu pai, que morou quatro anos nos EUA), aproveitei e melhorei um pouco meu inglês (que aprendi na marra, jogando videogames e lendo, com uma little help do meu father).

    Mas anyways, seu blog me serviu de inspiração para pensar em novos horizontes, estou em época de vestibular mas penso seriamente em estudar no exterior, e suas histórias ampliaram minha visão a respeito disso.

    Abraçcos, e continue escrevendo o melhor blog de intercâmbio Brasil-EUA da internet!
    Guilherme.

    ResponderExcluir
  8. oie Renato

    a Anabelle é uma fofa total! Uma lady com certeza. Percebe-se que ela recebe uma educação primorosa. (exceto com relação a travesseiros de penas)kkkkk.
    Pena que aqui em Fortaleza não temos DOG-PARK. Próximo de onde eu moro, tem um parque, e mal posso esperar o meu filhote SRD chegar daqui a três meses, para passear com ele.

    ResponderExcluir
  9. Eu fico realizada ao ver este tipo de parque aí, aqui no Brasil só temos 2 parques em que os cães são aceitos e tenho que passear com a Doris e a Brigite aqui na rua de casa, que convenhamos, não é nada apropriada para nossos passeios. Não vejo a hora de aproveitar disto aí! Bj

    ResponderExcluir
  10. Linda a Annabele. Aqui no Rio tem uma área reservada para os cãe que fica na Lagoa. Não é tão incrementado como esse mas vejo os cachorros se divertindo e muito felizes por lá.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Flávia e Chris
    Eu nunca tinha visto este tipo de parque. É muito legal...
    Abs

    ResponderExcluir
  12. Renato, aí nos EUA existe uma cultura de pet shops? Aqui em SP, pelo menos, tem em tudo quanto é lugar. Saiu uma reportagem na Folha (ou seria Estadão?) que em SP já tantos pet shops quanto padarias!

    Adorei esse parque. Faltam no Brasil espaços para os dogs. Já imaginou um lugar assim aqui, que faz calor quase que o ano inteiro? Uma delícia!

    ResponderExcluir
  13. Achei muito legal esse parque. Eu adoro animais, cães, gatos, mas conheço muita gente que não curte muito dividir espaço com os bichos domesticados. Praia, parque, realmente é muito chato quando estão cheias de cachorros e pior, obviamente eles fazem as necessidades na maesma grama/areia que você senta. Por isso achei a ideia do parque genial!
    Atualmente, tenho uma gata e realmente, viajar ficou mais difícil.
    Não sei qual a situação dos animais abandonados ai nos EUA, mas aqui na Espanha ainda existem muitos, os refúgios de animais estão lotados. Então, para aqueles que estão pensando em ter um bichinho em casa, fica a pergunta: você pagaria por ganhar um amigo? ADOTE um! Já comprei cachorro e agora que adotei a minha gatinha, penso que nunca mais pagaria por nenhum cão de raça enquanto existem tantos ai que procuram um lar. Beijão.

    ResponderExcluir
  14. Thaís e Glenda
    Em SP já era um problema levar a minha cachorra no Parque do Ibirapuera. Somente alguns pontos você pode soltar o cachorro e tinha gente que olhava torto. O interessante aqui é que esse parque é "deles" então eles fazem o que querem e ninguém liga se um cachorro estranho pula em vc, suja sua roupa, senta no seu colo, etc. Todos estão alí é pra se sujar e deixar a bicharada se divertir livremente. Achei o máximo!
    Quanto à adoção Glenda, meu próximo bicho vai ser adotado. Quero pegar um irmão ou irmã para a Annabelle. Um cachorro assim de uns 3-4 anos
    Bjs

    Ops. Thaís, aqui tem Pet Shop sim, mas não é essa loucura de SP!! Aqui por ex, tem 2 em um bairro de 28 mil pessoas!

    ResponderExcluir
  15. Oi Renato,

    A Annabele eh uma mocinha muito delicada e inteligente! Uma fofura de linda, parabens!
    Eu fui num parque desses aki uma vez sem cachorro porque nao tenho e quase cai no chao quando um poodle gigante resolveu brincar de pular em cima de mim. Nem sei se eh poodle mesmo porque tem cara e pelo de poodle mas eh maior que um pastor alemao! O parque eh fofo, organizado e tal, mas eu so volto la qdo tiver meu pitbul. hahahaha

    Michelle Depenbrock (so da pra postar como anonimo ak)

    ResponderExcluir
  16. Rachei o bico com a foto que você entitulou
    "más companhias",rsrs, foi vc mesmo que tirou?

    ResponderExcluir
  17. Oi, só consegui postar como "anônimo", mas meu nome é Lisandra.
    Adorei a reportagem sobre Dog Park. Em 2010, tive a oportunidade de ver um "ao vivo" durante uma viagem aos EUA. É realmente muito bacana!!!
    Temos cães em casa, minha filhinha (na época c/ 7 anos) adorou o Dog Park, tirou fotos, observou tudo!
    Pena que aqui onde moro (interior de SP)não tem nenhum!!
    Parabéns pelos posts!

    ResponderExcluir
  18. Olá Renato, muito linda a sua Annabelle. Descobri seu blog a poucos dias e estou passeando por ele, achei muito legal de sua parte compartilhar suas experiências., tenho certeza que elas vão me ajudar muito srsrs. Meu marido trabalha com comércio exterior aqui no Brasil e vai começar a trabalhar em Chicago em maio desse ano. Fiquei um pouco preocupada a principio com essa mudança, mas comecei a pesquisar na internet e encontrei seu blog e de outros brasileiros que vivem no EUA. É muito gratificante encontrar pessoas como vc que compartilham suas experiências, e assim tiram um pouco do "medo" das pessoas que logo vão passar por essas experiência. Eu também tenho uma cachorrinha a Pitty, que está comigo já a sete anos, andei pesquisando e estou muito feliz que vou conseguir levar ela comigo. Um grande abraço, e ainda vou continuar a passear pelo seu blog.

    Jucevane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jucevane,

      Agradeço por ler o blog.

      Abs,

      Excluir

Etiqueta cai bem em qualquer lugar, até na internet. Seja educado ao comentar e perguntar. Olá..., meu nome é..., por favor e obrigado são palavras que ainda estão em uso e mostram cordialidade. Afinal, o blog não é balcão de informações de shopping e embora eu esclareça as dúvidas de todos de bom grado, não ganho nada para isso.
Obrigado por comentar e abração!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...